Notícias » Arqueologia

Vestígios da Idade do Ferro e Idade Média são encontrados em campo na Bélgica

Pela primeira vez, uma descoberta dessa magnitude foi feita na província belga de Limburgo

Alana Sousa Publicado em 17/11/2020, às 13h00

Imagem meramente ilustrativa da região de Limburgo
Imagem meramente ilustrativa da região de Limburgo - Divulgação

No município de Heusden-Zolder, província de Limburgo, região de Flandres, na Bélgica, pesquisadores encontraram raros e valiosos vestígios arqueológicos. Essa é a primeira vez que uma descoberta deste tipo é realizada na área. A informação foi divulgada pelo portal local Flanders News.

Durante um projeto de obras na região para criar novas moradias, uma avaliação de campo foi executada — um estudo arqueológico é obrigatório em regiões que possam apresentar evidências do passado. Então, em uma das escavações, os especialistas encontraram fragmentos de artefatos antigos, poços e espécies de fossas.

“Tudo aponta para a habitação em diferentes períodos. Uma fazenda pode ter estado aqui. Posteriormente, outras fazendas podem ter sido adicionadas pelos parentes do fazendeiro”, afirma o arqueólogo Jeroen Verrijckt. “Parece que esta área foi habitada desde o final da Idade do Ferro, ou seja, por volta de 200 a.C. até a Idade Média”.

Dentre as peças localizadas, 11 delas são datadas da Idade do Ferro, enquanto algumas outras, como um pedaço de vidro, pertencem ao período romano e, ainda, Idade Média. Os próximos passos são a proteção da área e a autorização do Patrimônio Flamengo para que um estudo de campo mais profundo seja realizado no novo sítio arqueológico.