Notícias » Equador

Vulcão no Equador corre o risco de entrar em erupção, dizem cientistas

O Tungurahua ficou ativo em 1999 e fez com que 25 mil pessoas fossem realocadas de suas casas devido ao perigo na região

Caio Tortamano Publicado em 20/02/2020, às 08h00

Vulcão Tungurahua em erupção, no ano de 1999
Vulcão Tungurahua em erupção, no ano de 1999 - Wikimedia Commons

Devido às mudanças na estabilidade em um dos lados do vulcão Tungurahua, no Equador, cientistas constataram que ele pode entrar em colapso em pouco tempo e causar um grande deslizamento de terra.

O Tungurahua já passou por deformações em um de seus lados em 1999, fazendo com que 25.000 pessoas fossem realocadas de suas casas próximas ao vulcão. Há 3.000 anos, uma erupção massiva causou um colapso significativo no flanco oeste da montanha, levando detritos de rochas, solo e água.

O monte, com 5 mil metros de altura, se reconstruiu naturalmente ao longo dos milênios, não sendo mais possível verificar a mudança de 3.000 anos atrás. Porém, essa área reestruturada está sofrendo de novo com deformações e preocupando cientistas e moradores do local.

James Hickey é um dos responsáveis pelas pesquisas no Tungurahua, e afirmou que pode, sim, haver o risco de um colapso em um dos lados da montanha. Entretanto, ainda não é possível ter certeza que o sistema vulcânico entrará em erupção ou se permanecerá estável.