Matérias » Tecnologia

O ano 2000, imaginado em 1900

Coleção de cartões tentou prever o futuro. E, em meio a previsões insanas, acertou algumas coisas

Fábio Marton Publicado em 15/10/2019, às 00h00

None
- Crédito: Domínio Público

Quando o século 20 começou, o mundo esperava um futuro brilhante. Era um grande momento da Era Industrial, com luz elétrica, automóveis, gramofones, rádios e dirigíveis sendo apresentados pela primeira vez a uma audiência estupefata.

Para celebrar a passagem, Jean-Marc Côté e outros artistas franceses foram convidados a criar uma série de ilustrações, chamada Em L’An 2000 (No ano 2000), tentando prever como seria o mundo dali a 100 anos.

Pelo menos 87 imagens foram publicadas como pôsteres, cartões ou em caixas de cigarros, coincidindo com a Exposição Universal de Paris de 1900. Elas trazem diversas divagações sobre como seria a vida no futuro.

Veículos voadores, robôs que ajudam nas tarefas cotidianas e máquinas de vários tipos aparecem nas previsões. Os artistas tinham certa obsessão por asas acopláveis, que seriam usadas por profissionais como bombeiros, policiais e carteiros.

Apesar da hilária falta de esforço em imaginar qualquer mudança na moda ou nos costumes, Côté foi certeiro em várias de suas previsões. Confira abaixo.

A automatização facilitaria a vida de muitos profissionais, como os barbeiros:

Crédito: Domínio Público

 

Os fazendeiros nem teriam que sujar as mãos:

Crédito: Domínio Público

 

A pecuária veria uma revolução com a máquina de fazer pintinhos:

Crédito: Domínio Público

 

Alfaiates veriam sua função ser automatizada:

Crédito: Domínio Público

 

Professores só teriam que usar máquinas para injetar o conteúdo dos livros nos cérebros dos alunos:

Crédito: Domínio Público

 

Estações de veículos aéreos tomariam conta da cidade:

Crédito: Domínio Público

 

Navios do ar, como eram chamados os dirigíveis, seriam bem literais:

Crédito: Domínio Público

 

Usando trajes com asas, policiais percorreriam o céu atrás de criminosos – que fugiriam em seus carros voadores:

Crédito: Domínio Público

 

O dia a dia dos carteiros seria bem mais emocionante:

Crédito: Domínio Público

 

E os bombeiros usariam roupas com asas para combater os incêndios com mais facilidade:

Crédito: Domínio Público

 

Máquinas que fazem as unhas e arrumam os cabelos seriam objetos comuns nas casas:

Crédito: Domínio Público

 

Além de invenções que ajudariam na limpeza:

Crédito: Domínio Público

 

Não só a ópera não sairia de moda, como seria executada por robôs:

Crédito: Domínio Público

 

Que tal se aquecer diante de uma lareira radioativa:

Crédito: Domínio Público

 

Ou viajar pelo fundo do mar montado em uma baleia:

Crédito: Domínio Público

Muitas dessas imagens acabaram esquecidas com o tempo, mas foram redescobertas pelo escritor Isaac Asimov que, em 1986, publicou dezenas delas no livro Future Days: A Nineteenth Century Vision of the Year 2000 (Dias do Futuro: Uma visão do século 19 sobre o ano 2000).


Saiba mais sobre viagem no tempo através dos links abaixo.

As Melhores Histórias de Viagens no Tempo: Os Contos Dos Autores Mais Consagrados Da Ficção Científica,  Harry Turtledove

Link - https://amzn.to/35FmTQq

Uma Dobra no Tempo: Um clássico que atravessou o tempo para inspirar mestres da literatura, agora em quadrinhos, Madeleine Engle

Link - https://amzn.to/33zT3uL

A Máquina do Tempo, H. G. Wells

Link - https://amzn.to/35GAA1j

É possível viajar no tempo?, Luiz Bittencourt

Link - https://amzn.to/35JI5oc

O Alquimista do Futuro: A Experiência Psicodélica e a Viagem no Tempo, Muriel Fernandes

Link - https://amzn.to/33D2Zni

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.