Matérias » Brasil

A Guerra do Paraguai em imagens raras

Um dos conflitos mais sangrentos da História da América do Sul, a guerra foi fundamental para o desenvolvimento do Exército Brasileiro

André Nogueira Publicado em 23/09/2019, às 12h00

None
- Reprodução

A Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), conhecida no Brasil como Guerra do Paraguai (e no Paraguai de Guerra do Brasil) foi um dos eventos mais sangrentos e complicados da História da América do Sul. Muitas foram suas motivações e mais ainda foram suas tragédias e consequências.

Comandado pelo marechal Solano Lopes, o Paraguai era em meados do século 19 um país emergente, cuja indústria estava se desenvolvendo principalmente por investimentos imperiais da Europa. O pequeno país tinha pretensões de, um dia, sair das limitações do interior da Bacia do Prata, principal região de comércio e escoamento da América, e atingir saídas para o Mar.

O Império Brasileiro tinha aspirações de expansão territorial e seus aliados, Argentina e Uruguai, estavam igualmente envolvidos nessa trama por uma série de complicações diplomáticas.

A Guerra foi responsável por modificações na geopolítica latino-americana. A formação do Exército brasileiro para as batalhas e o retorno dos escravos-soldados com a frustrada promessa da liberdade desestabilizaram a política e abriram espaço para a República em 1889.

Entre as principais obras que analisam esse evento, podemos elencar a obra Maldita Guerra, de Francisco Doratioto, as Cartas dos Campos de Batalha da Guerra do Paraguai, de Richard Francis Burton e a História das Guerras, de Demétrio Magnoli.

Veja algumas fotos raras encontradas desse evento: 

Dom Pedro II vestido para a vistoria das tropas, com vestes sulistas

Crédito: Reprodução

Clérigo brasileiro acompanha e benze civis paraguaios

Crédito: Reprodução

Brasileiros fazem prisioneiros paraguaios durante a ocupação da capital Assunción

Crédito: Reprodução

Marechal Solano Lopes antes de comandar tropas em batalha

Crédito: Reprodução

Soldado brasileiro rende paraguaio e faz dele seu prisioneiro

Crédito: Reprodução

Pilha de paraguaios mortos em batalha campal em Boqueirão

Crédito: Reprodução

Oficiais brasileiros posam na iminência da vitória, em 1870

Crédito: Reprodução

Artilharia uruguaia se prepara para a Batalha do Boqueirão

Crédito: Reprodução

Soldados posam com suas armas

Crédito: Reprodução

Procissão em acampamento brasileiro em que os soldados se ajoelham perante Nossa Senhora da Conceição 

Crédito: Reprodução