Matérias » Brasil

Macaco Tião, o chimpanzé que se candidatou à Prefeitura do Rio de Janeiro

Como forma de protesto político, campanha de Tião arrecadou 400 mil votos dos cariocas

Joseane Pereira Publicado em 04/01/2020, às 09h00

O macaco Tião
O macaco Tião - Divulgação/Youtube

Tudo pela evolução. Para presidente, macaco Tião!

Esse era o slogan da campanha de Tião, o famoso chimpanzé que se candidatou à Prefeitura do Rio de Janeiro em 1988.

Mas tudo foi uma grande brincadeira de protesto promovida pela revista humorística Casseta Popular. Com apoio do deputado Fernando Gabeira (PV), eles lançaram o personagem mais ilustre do Zoológico do Rio para mostrar como estavam difíceis as opções políticas. Caso sua candidatura fosse validada, o símio que recebeu 400 mil votos teria ficado em terceiro lugar - uma ótima colocação.

Seu nome era uma homenagem ao padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, São Sebastião. Durante o crescimento, Tião se tornou amigo das crianças que o visitavam e aprendeu a andar ereto e a fazer caretas. Mas, na década de 1980, ele foi encarcerado em uma jaula no zoológico, se tornando muito agressivo e atirando excrementos nas pessoas. Sua prisão foi justificada pela Rede Globo por ele ser um animal de “hábitos especiais, estilo e intenções diabólicas que a gente nota pelo jeito de olhar”.

[Colocar ALT]
Revista Casseta Popular, de 1988 / Crédito: Divulgação

Um dos atingidos por seus excrementos foi o então prefeito do Rio de Janeiro, Júlio Coutinho, que inaugurou a jaula. Ao ser indagado por repórteres do Fantástico sobre o motivo da agressão, o prefeito respondeu que talvez ele não tenha gostado de seu novo lar. Outro político atingido foi o advogado Marcello Alencar – que o venceu nas urnas, durante as eleições de 1988.

Em 1996, aos 33 anos, o chimpanzé Tião faleceu de diabetes. Uma estátua em sua homenagem foi erguida no Zoológico do Rio, e luto oficial foi decretado. Sua fama acabou ficando internacional: a morte de Tião saiu até na imprensa francesa, na primeira página do jornal Le Monde.

 


+Saiba mais sobre política através de grandes obras 

Política, Ideologia e Conspirações. A Sujeira por Trás das Ideias que Dominam o Mundo, Gary Allen (Autor), Larry Abraham (Autor), 2017 - https://amzn.to/2ZN2RRr

Política. Para não Ser Idiota, Mario Sergio Cortella (Autor), Renato Janine Ribeiro (Autor), 2010 - https://amzn.to/37w7Zfq

A filosofia explica Bolsonaro, Paulo Ghiraldelli Jr., 2019 - https://amzn.to/2Fe2je1

A Ciência da Política - Uma Introdução, Adriano Gianturco, 2018 - https://amzn.to/35opqNs

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.