Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Netflix

O filme 'Sangue e Ouro', da Netflix, é baseado em uma história verdadeira?

Sucesso na Netflix, 'Sangue e Ouro' é baseado em eventos reais da Segunda Guerra, no entanto, existiu uma caçada por ouro?

Redação Publicado em 30/05/2023, às 10h42 - Atualizado em 16/06/2023, às 10h06

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena do filme 'Sangue e Ouro', da Netflix - Divulgação/Netflix
Cena do filme 'Sangue e Ouro', da Netflix - Divulgação/Netflix

Exclusivo da plataforma de streaming Netflix, o filme 'Sangue e Ouro' é um grande lançamento para os amantes de filmes baseados em guerras. Se passando durante a Segunda Guerra Mundial, o longa ocupa o segundo lugar do top 10 dos filmes mais assistidos na plataforma de streaming.

Em 'Sangue e Ouro', os espectadores são levados para o final da Segunda Guerra e conhecem a saga de Henrique (interpretado por Robert Maaser), um desertor alemão, da jovem e destemida fazendeira Elsa (vivida por Marie Hacke) e de um grande grupo de nazistas.

Em uma saga eletrizante, Henrique, que fugiu do front para voltar para casa e reencontrar a sua filha, tem o destino cruzado com uma tropa da SS. Assim, o líder (interpretado por Alexander Scheer) toma a decisão de enforcar Henrique em uma árvore, mas Elsa salva a sua vida e toma a corajosa decisão de o esconder em sua fazenda.

Ao mesmo tempo, as tropas de Hitler procuram um tesouro judaico escondido num vilarejo próximo, no entanto, acaba enfrentando resistência da população, que não quer entregar o ouro. Assim, Henrique e Elsa se envolvem numa caça insana ao tesouro, que termina em um confronto sangrento.

Com uma história que chama atenção, muitos podem perguntar se 'Sangue e Ouro' compreende uma história baseada em fatos. Embora o filme seja baseado nos eventos reais que marcaram a Segunda Guerra, os detalhes da caça ao ouro, que movimentam a trama, não compreendem um episódio histórico real, como repercute o The Cinema Holic. 

Os detalhes da busca pelo ouro mostrados no filme compreendem obras de ficção que foram escritas pelo roteirista Stefan Barth. Além disso, a história foi executada no filme pelo diretor Peter Thorwarth, que fez o filme de ação 'Blood Red Sky'. 

Cena do filme 'Sangue e Ouro', original da Netflix /Crédito: Divulgação/Netflix

Inspiração?

Embora a história seja fictícia, pode ter sido inspirada no confisco de itens dos judeus pelos nazistas nos campos de concentração. Como registrado pelo New York Times em um artigo de 1997, historiadores da Suíça calcularam que os nazistas roubaram um valor em ouro que hoje poderia equivaler a US$ 1,46 bilhão (US$ 146 milhões na época).

O dado foi mostrado em um relatório, divulgado na época pela Comissão Bergier, que estudou o papel da Suíça no conflito. Foi dito que os bancos comerciais adquiriram aproximadamente US$ 612 milhões em ouro do banco central da Alemanha (US$ 61,2 milhões, na época).

Assim, fica claro que, embora não tenha existido uma caça por ouro em Sonnenberg pela SS no ano de 1945, a história mostrada no filme não é totalmente infundada. A realidade do conflito também inspirou o filme em muitos momentos, no entanto, os personagens do filme e os detalhes mostrados na trama são fruto da ficção. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!