Matérias » Mundo

O pai do fisiculturismo: Conheça Eugen Sandow, que se tornou até instrutor do rei George V

O homem, que popularizou o ideal de corpo musculoso, se tornou muito famoso em vida

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 15/08/2021, às 10h00

Fotografia de Eugen Sandow
Fotografia de Eugen Sandow - Wellcome Images, sob licença Creative Commons

A fama que o fisiculturismo detém nos dias de hoje se deve a um homem chamado Friedrich Wilhelm Müller, mas que é mais conhecido pelo seu nome artístico, Eugen Sandow. 

Eugen nasceu na extinta Prússia em 1867, mas durante sua vida adulta ficou famoso a nível internacional por conta de sua incrível força física e músculos definidos, sendo assim um dos responsáveis por popularizar um ideal de corpo que é seguido ainda por muitos homens e mulheres ao redor do mundo. 

Antes do estrelato

Durante sua infância, Friedrich fora muito magro e sofrera com diversas doenças, segundo divulgado pelo site Russia Beyond. A certo ponto de sua adolescência, todavia, ele passaria por uma transformação corporal radical. 

O mentor que o guiou nesse processo foi o notório halterofilista alemão Ludwig Durlacher. De rapaz franzino, Wilhelm se transformou em um atleta de capacidades impressionantes. Ao se reinventar dessa forma, ele decidiu também criar um novo nome, e passou a se chamar de Eugen Sandow

Sandow levou suas habilidades para o meio circense, e passou a fazer apresentações ao redor do globo. Apesar de ter apenas 1,70 metros de altura e 80 quilos, o prussiano conseguia realizar proezas assombrosas. 

Ele era capaz de fazer centenas de flexões de uma só vez, e até mesmo sustentar em cima do peito o peso de uma plataforma.

Eugen Sandow respectivamente em 1867 e 1894 / Crédito: Domínio Público via Wikimedia Commons

 

Além do físico, todavia, Eugen também não deixava a desejar em termos de inteligência. Foi nessa parte seguinte de sua vida que ele conseguiu levar sua reputação a outro patamar, o que foi alcançado depois que ele transformou seu nome em uma marca. 

A marca de Sandow 

Aos 30 anos de idade, o prussiano tomou as decisões que lhe fizeram entrar na História. Ele abandonou o circo e lançou uma linha de suplementos nutricionais para atletas e ainda começou uma revista especializada em esporte e ginástica. Assim, passou a ser conhecido por um público muito maior do que apenas aqueles que vieram assistir seus feitos sobre-humanos no picadeiro de uma tenda circense. 

Logo, ele começou a lucrar com seus projetos, e conseguiu também abrir uma série de academias. O corpo de Eugen era, afinal de contas, uma propaganda ambulante do estilo de vida que ele estava comercializando, e funcionava muito bem — outras pessoas queriam também alcançar seu físico.

Eugen Sandow em 1888 / Crédito: Domínio Público via Wikimedia Commons

 

Conexões curiosas 

Sandow era tão popular em vida que chegou a conhecer de perto diversas figuras icônicas da época. Uma delas, inclusive, foi o escritor Sir Arthur Conan Doyle, que criou as histórias do célebre detetive Sherlock Holmes

O autor britânico aderiu aos exercícios que eram recomendados por Eugen, e chegou a se tornar amigo do fisiculturista. Durante uma das primeiras competições de fisiculturismo, inclusive, que foi organizada pelo prussiano, Doyle conseguiu ser um dos três juízes. 

Mas não para por aí: o prussiano também ocupou a função de instrutor do ocupante do trono da Inglaterra da época, oRei George V. O membro da realeza gostou tanto dos serviços prestados Sandow, inclusive, que o nomeou "Professor de Cultura Científica e Física". 

Aos 44 anos de idade, com uma vida confortável e fama internacional, Eugen decidiu aposentar-se. Ele morreu aos 58 devido a um aneurisma no ano de 1925, em Kensington, Londres, Reino Unido.