Matérias » União Soviética

Os 6 principais personagens da Revolução Russa

Saiba quem foram as figuras centrais da revolução que derrubou a monarquia russa

Fabio Marton Publicado em 04/07/2019, às 07h00

None
- Arquivo AH

1. Marx: O profeta

Crédito: Reprodução

 

Morto 34 anos antes da Revolução, em Londres, Karl Marx previu que os trabalhadores naturalmente se uniriam para derrubar a classe burguesa no capitalismo avançado. Uma
inevitabilidade, fruto natural do progresso histórico.

2. Lenin: O herege

Crédito: Reprodução

 

Nascido numa família de classe média alta, Vladmir Ilicht Ulianov ganhou o apelido de Lenin após um exílio perto do Rio Lena, na Sibéria. O intelectual marxista passou a
discordar de Marx tanto sobre o lugar onde iria ocorrer a Revolução — poderia ser na atrasada Rússia — como nisso de ela ser espontânea e inevitável. Seriam necessários líderes: revolucionários profissionais organizados num partido de vanguarda.

3. Trotsky: O segundo no comando

Crédito: Reprodução

 

O judeu ucraniano Lev Davidovich Bronstein era filho de camponeses e adotou o nome Trotsky no seu exílio na Sibéria em 1900-1902 — emprestado de um carcereiro, segundo
ele. Era membro da facção menchevique, mas mudou de lado durante a Revolução. Logo se tornaria o braço direito de Lenin.

4. Stalin: Aço e ação

Crédito: Reprodução

 

Filho de um sapateiro, o georgiano Ioseb Besarionis dze Djughashvili fugiu do seminário ortodoxo em 1899 para se tornar revolucionário. A partir de 1906, a pedido de Lenin,
organizou assaltos, sequestros e assassinatos — notoriamente, o assalto ao banco de Tiflis, no qual quase 4 milhões de dólares (valores atuais) foram roubados, causando 40 vítimas. Por essa época, adotou o nome de guerra, que quer dizer “de aço” em russo.
Em 1912, passou a funções de propaganda.

5. Kerensky: O indeciso

Crédito: Reprodução

 

Membro do rival Partido Socialista Revolucionário e vice-presidente do Soviete de Petrogrado, Alexander Kerensky foi ministro da guerra e, a partir de 21 de julho, primeiro-ministro do governo provisório. Um tanto ingenuamente, declarou não ter inimigos à esquerda.

6. Kornilov: O general

Crédito: Reprodução

 

O general cossaco Lavr Kornilov foi feito comandante em chefe das Forças Armadas do
governo provisório em junho. Ele se tornaria uma peça central na Revolução.