Matérias » Personagem

Grande e luxuosa: a extravagante tenda do ditador líbio Muammar Kadhafi

Conhecido por sua peculiaridade, o tirano tinha hábitos bizarros e quase foi barrado de entrar nos EUA devido a sua enorme barraca

Isabela Barreiros Publicado em 18/09/2020, às 11h00

A tenda de Muammar Kadhafi
A tenda de Muammar Kadhafi - Divulgação

Sim, Kadhafi carregava sua tenda para qualquer lugar que fosse. Por possuir origens modestas, o ditador tinha costume de dormir em tradicionais tendas no deserto com o clã beduíno o qual fazia parte.

Quando ascendeu devido a sua posição na Líbia, passou a levar consigo uma enorme barraca que tinha quase o tamanho de um hotel e deveria ser carregada somente por meio de um avião. Todas as vezes que o ditador viajava para o exterior, dormia dentro dela.

Em 2009, durante uma visita para participar Assembleia Geral da ONU, sofreu com uma polêmica devido a sua tradicional tenda. Acreditava-se que ele a ergueria na cidade de Englewood, próxima a Nova York, mas as autoridades estadunidenses não queriam de jeito algum que isso acontecesse.

"Dados os acontecimentos recentes, acho que o Departamento de Estado deve se assegurar de que a visita de Kadafi aos EUA se limitará unicamente a assuntos oficiais da ONU e que não poderá viajar livremente", disse o senador democrata Frank R. Lautenberg na ocasião.

A tenda de Muammar Kadhafi / Crédito: Divulgação

 

Lautenberg havia sugerido que o visto do ditador líbio ficasse restrito a apenas o local onde seria sediada a reunião da ONU, alegando que o “dormitório” de Kadhafi violava leis de zoneamento e de construção.

A tenda foi aberta em outras ocasiões em que Kadhafi teve de realizar viagens internacionais. Isso aconteceu em 2009, Roma, quando foi até a cidade para ter uma reunião com o primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi; e em 2007, durante o episódio em que foi até Paris, montando-a nos jardins do Palácio do Eliseu.

O tirano foi morto durante a Primavera Árabe, que aconteceu em 2011, e, em 2019, sua tenda foi colocada à venda na Internet pelo líbio Masou al Masha, que alegou ter obtido tal artefato com pessoas que eram próximas ao ex-líder de seu país.

O canal noticioso de televisão da Arábia Saudita Al Arabiya cobriu o caso. De acordo com o jornal, a maior oferta foi a de 24 mil euros (por volta de 113 mil reais), que não foi aceita pelo vendedor. Masha afirma ainda que seu produto é original, com material à prova d’água e que tem uma decoração incrível.


++Saiba mais sobre Muammar Kadhafi através das obras a seguir

O Livro Verde: A Terceira Teoria Universal, Muammar al-Gaddafi (2012) - https://amzn.to/2Tu6NFA

Leadership Lessons Learned From Muammar Gaddafi (English Edition), Lisa Gibson (2013) - https://amzn.to/35ZDQUy

Gaddafi's Harem: The Story of a Young Woman and the Abuses of Power in Libya, Annick Cojean (2013) - https://amzn.to/2TnBSe9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W