Matérias » Europa

Pesquisadores encontram sacrifício brutal da Idade do Ferro

Em um suposto sacrifício ritual, mais de 20 pessoas foram mutiladas e mortas na Grã-Bretanha

Joseane Pereira Publicado em 30/10/2019, às 10h00

None
Hampshire Cultural Trust

Arqueólogos encontraram vinte e cinco corpos em uma cova na Grã Bretanha, pertencente à Idade do Ferro. Os jovens teriam sido amarrados e mutilados antes da morte, cerca de 20 mil anos atrás, e jogados em uma vala comum.

Crédito: Hampshire Cultural Trust

 

A cova, que fica próxima à cidade de Winchester, foi descoberta na década de 1970. "Encontramos um poço que era bastante incomum”, afirmou Barry Cunliffe, arqueólogo da Universidade de Oxford. "Bem no centro estava uma pélvis humana, por si só, no fundo do poço."

O Forte Danebury foi construído há cerca de 2.600 anos, e utilizado por quase cinco séculos. Seus habitantes viveram durante um período violento da Grã-Bretanha, quando o território era governado por reis guerreiros.

Crédito: Smithsonian Channel

 

Segundo Cunliffe, as mortes teriam ocorrido como um sacrifício de fertilidade aos deuses. E as 25 vítimas não teriam sido executadas de uma vez, mas durante várias colheitas. "Estes não são apenas resultados casuais, são parte de um padrão de comportamento", afirmou o professor.