Matérias » Mundo

Mais de 500 pessoas infectadas: a intrigante doença que atingiu a Índia

No último final de semana, centenas de pessoas apresentaram sintomas variados que iam de náuseas à perda de consciência

Isabela Barreiros Publicado em 08/12/2020, às 15h50

Equipe do Andhra Hospital investiga doença misteriosa
Equipe do Andhra Hospital investiga doença misteriosa - Divulgação - Andhra Hospitals

No último final de semana, 5 e 6, pessoas começaram a demonstrar sintomas de uma doença ainda misteriosa observada no estado de Andhra Pradesh, na Índia. A região também é uma das mais atingidas do país pela pandemia do novo coronavírus, apresentando mais de 800 mil infecções.

A Índia por si só é o segundo país com mais casos de covid-19. Ela registra atualmente 9.703.770 casos de infecção por coronavírus, com 140.958 mortos já contabilizados. Já não bastasse o cenário local e mundial de caos sanitário, uma nova doença também está causando inúmeros problemas ao país.

Equipes médicas informaram que os sintomas causados por essa síndrome ainda desconhecida são muito variados. Os indivíduos que pegaram a doença manifestaram  náuseas, convulsões e, em casos mais graves, foi registrado até mesmo perda de consciência.

Ao jornal The Indian Express, um dos médicos que trabalha em um hospital público da cidade indiana de Eluru explicou algumas das reclamações ouvidas durante seu tempo de trabalho. “As pessoas que ficaram doentes, principalmente as crianças, de repente começaram a vomitar após reclamar de dor dos olhos. Alguns desmaiam ou convulsionam”, disse.

Até agora, mais de 500 pessoas foram internadas devido à doença e pelo menos uma morreu. Do total de indivíduos hospitalizados na região, 70 receberam alta e puderam voltar para suas casa, enquanto outras 148 ainda permanecem sob observação médica.

Como a situação ainda está em aberto, sem uma identificação imediata da doença, uma investigação foi aberta com o objetivo de solucionar o mistério que tomou conta da cidade indiana no último fim de semana. 

De acordo com o ministro-chefe do Estado, Jaganmohan Reddy, a examinação do caso já começou com o envio de equipes médicas especiais para Eluru. O intuito inicial é entender a possível causa da síndrome, analisando principalmente os pacientes mas também suas famílias.

Análises de sangue dos pacientes infectados foram enviadas ao Instituto Indiano de Tecnologia Química, em Hyderabad, para serem objeto de estudo e tomografias computadorizadas do cérebro e testes do fluido espinhal cerebral foram realizados nas pessoas infectadas. No entanto, os médicos afirmaram que tudo estava normal. 

"Descartamos a contaminação da água ou poluição do ar como causa depois que as autoridades visitaram as áreas onde as pessoas adoeceram”, afirmou o ministro da Saúde do país, Alla Kali Krishna Srinivas. "É uma doença misteriosa e apenas análises de laboratório vão revelar exatamente o que é."

Ainda que membros do governo tenham corroborado com a afirmação do ministro, os opositores ainda exigem uma investigação mais completa sobre a relação entre a doença misteriosa e possível contaminação. 

O partido Telugu Desam pediu através de uma publicação no Twitter que se abra um inquérito sobre o incidente, insistindo que uma contaminação da água foi a causa do evento.

O ex-ministro-chefe do estado, Chandrababu Naidu, postou em seu perfil na rede social: "O incidente #Eluru é apenas a ponta do iceberg. A negligência do governo e a deterioração dos serviços de saúde em AP [Andhra Pradesh] estão expostos hoje. É uma pena para qualquer governo se não puder fornecer necessidades básicas como água potável segura e limpa para nosso povo".

Segundo Srinivas, a doença também não está relacionada com a covid-19. Essa primeira associação ocorre exatamente porque a região em que a enfermidade causou maior distúrbio também é a que apresenta mais casos do novo coronavírus.

Foi informado pelo ministro que os pacientes que apresentaram os sintomas desconhecidos testaram negativo para o vírus, e também não apresentaram evidência de outras infecções virais. 

As investigações que tentam identificar a doença misteriosa no estado de Andhra Pradesh, especialmente na cidade de Eluru, continuam à todo vapor na Índia. As autoridades do país informam que os trabalhos para conter esse novo problema continuarão, assim como os para controlar a covid-19.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon 

1348 - A Peste Negra, de José Martino ( 2000) - https://amzn.to/2QekhTl

Epidemias No Brasil, Rodolpho Telarolli Junior (2003)  - https://amzn.to/2SktKdE

Epidemias no Brasil. Uma Abordagem Biológica e Social, Rodolpho Telarolli Junior (2013) - https://amzn.to/2PQHuLJ

HIV: Os 35 anos do boom da epidemia e a comunidade gay masculina, Fábio Germano de Oliveira (e-book) - https://amzn.to/34Om85L

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du