Matérias » Curiosidades

Na Dinastia Tudor, existiam profissionais que cuidavam do intestino dos monarcas

Muitos aristocratas almejavam a posição de "carregador de banheiro móvel" para ficar mais perto do rei

Daniela Bazi Publicado em 07/12/2019, às 09h00

Henrique VIII reinou de 1509 até a sua morte em 1547
Henrique VIII reinou de 1509 até a sua morte em 1547 - Wikimedia Commons

O Groom Of The Stool (Noivo do banquinho, em tradução livre) era um dos trabalhos mais peculiares da monarquia. Quem trabalhava no cargo era responsável por acompanhar o rei o tempo todo e cuidar de suas necessidades fisiológicas, carregando uma espécie de penico, popularmente chamado na época de "banheiro móvel". E ficava pior: deveriam informar todos os movimentos intestinais do rei para os médicos.

Apesar da particularidade do trabalho, muitas pessoas, principalmente a partir da Dinastia Tudor, almejavam essa posição. Além de criar um vínculo e ter livre acesso ao rei, os preparadores também eram presenteados com roupas de segunda mão, e tinham controle sobre as finanças domésticas do palácio. Muitos passaram a ser considerados grandes confidentes dos monarcas.

Quadro Uma Alegoria da Sucessão Tudor: A Família de Henrique VIII, de Lucas de Heere. / Créditos: Getty Images

 

Henrique VIII só escolhia profissionais que fossem seus amigos íntimos, ou fossem membros importantes entre os cavalheiros. Um deles era Hugh Denys, que se casou com uma moça de família aristocrata influente, e se tornou um dos mais antigos membros da comitiva do rei.

O banheiro móvel era um dos melhores que o dinheiro e a influência da época podiam comprar. De acordo com registros de 1495, ele era feito de madeira, revestido de veludo preto, franjado de seda, com dois lavatórios de estanho e quatro jardas de tecido marrom-avermelhado.

Representação próxima de um banheiro movél utilizado durante a Dinastia Tudor / Créditos: Wikimedia Commons

 

Entretanto, nem todos tinham tanta sorte. Henry Norris, por exemplo, também tornou-se aliado político de Ana Bolena, e acabou sendo executado, assim como a rainha. O último registro desse posto foi de James Hamilton, que trabalhou para Eduardo VII, bisavô de Elizabeth II, antes de se tornar rei.


+Saiba mais sobre a monarquia britânica com as obras abaixo:

Vitória, a rainha: Biografia íntima da mulher que comandou um Império, Julia Baird (2018)

Link - https://amzn.to/2Y80QOZ

Elizabeth I - O Anoitecer de um Reinado, Margaret George (2012)

Link - https://amzn.to/37YWSg4

História concisa da Grã-Bretanha, W. A. Speck (2013)

Link - https://amzn.to/2qcqSnA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.