Matérias » Personagem

A visionária Annie Malone, uma das primeiras milionárias negras dos EUA

Com ideias inovadoras e um produto diferente de tudo que já existia, a mulher revolucionou o mercado de beleza afro da época

Pamela Malva Publicado em 28/06/2020, às 13h00

Fotografia de Annie Malone
Fotografia de Annie Malone - Wikimedia Commons

Sempre que dava à luz um novo filho, Isabella Turnbo Malone sonhava com a vida que a criança recém-nascida poderia levar. Nem entre seus maiores desejos, no entanto, ela imaginou as conquistas feitas por sua décima herdeira, Annie Malone.

Nascida em Illinois, a menina não tinha vergonha de suas raízes afro-americanas e era simplesmente apaixonada pela escola. Annie gostava muito de aprender e tinha um carinho especial por química.

Órfã desde muito jovem, ela acompanhou o crescimento de seus irmãos mais velhos e, quando chegou sua vez, criou um verdadeiro império dedicado àqueles que guiaram sua história: o povo negro dos Estados Unidos.

Retrato de Annie Malone ainda jovem / Crédito: Divulgação/Youtube

 

O começo de um sonho

Quando adolescente, Annie descobriu mais uma de suas paixões. Devido à uma doença complexa, ela não podia frequentar a escola por longos períodos e, com o tempo livre, passou a cuidar dos cabelos de uma de suas irmãs.

Cada vez mais íntima do universo capilar, então, Annie percebeu que o mercado de beleza da época não oferecia produtos bons o suficiente para mulheres negras. Assim, decidiu, por conta própria, desenvolver uma fórmula para cabelos afro.

Uma vez satisfeita, a jovem passou a vender seus produtos de porta em porta. Diferentes de tudo que existia no mercado, os cosméticos da Poro Company, como Annie chamou sua criação, não eram agressivos e ainda faziam os cabelos crescerem.

Alguns dos muitos produtos Poro / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Mercado em expansão

Famosos entre as comunidades negras, os produtos de Annie revolucionaram a forma como as pessoas de cabelos enrolados ou crespos viam suas mechas. Com a ajuda da empresária, cuidar dos fios virou uma tarefa fácil e prazerosa.

Em 1910, já bastante famosa, a jovem comprou um enorme edifício que, em pouco tempo, passou a servir como um centro religioso e social para a comunidade afro-americana. No prédio, Annie ainda criou a Poro College, uma faculdade de beleza.

Quatro anos mais tarde, a magnânima empresa de Annie foi avaliada em mais de 1 milhão de dólares. Nessa época, inclusive, devido às demandas que nunca cessavam, a dona da Poro Company viu-se obrigada a contratar novas parceiras e vendedoras.

Sarah BreedLove, mais conhecida como Madame C. J. Walker, foi uma delas. Trabalhando no Colorado, a jovem quis formar uma parceria que Annie não aprovou e, em pouco tempo, a forte amizade teve um fim amargo.

Retratos antigos de Annie Malone / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Problemas legais

Logo que C.J. Walker saiu da Poro Company, Annie viu-se obrigada a patentear seus produtos, a fim de evitar fraudes e imitações. O surgimento da nova concorrente, no entanto, não impediu que Annie se tornasse uma multimilionária, na década de 1920.

Apesar da enorme quantia de dinheiro em sua conta, a jovem empresária nunca esqueceu de sua luta e fazia questão de doar quantias exorbitantes para diversas instituições. Assim, sua empresa cresceu e conquistou ainda mais clientes leais.

Em 1927, entretanto, Annie teve uma surpresa ao ser processada por seu marido. Junto do divórcio, ele pedia por metade do valor da Poro Company, onde atuou como presidente. Um segundo processo apenas piorou sua situação financeira da empresária.

Anos mais tarde, já um pouco menor, mas ainda famoso, o império Poro perdeu sua idealizadora. Aos 87 anos, Annie Malone foi vítima de um derrame e faleceu sem quaisquer herdeiros, em maio de 1957. Na época, sua propriedade estava avaliada em cerca de 100 mil dólares.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

Black Fortunes: The Story of the First Six African Americans Who Survived Slavery and Became Millionaires, de Shomari Wills (2019) - https://amzn.to/2A6WcZU

On Her  Own Ground: The Life and Times of Madam CJ Walker, de A'Leila Perry Bundles (2016) - https://amzn.to/2QVaKBh

Estrelas além do tempo, de Margot Lee Shetterly (2017) - https://amzn.to/32NXpPN

Filmes da Sua Vida - Kit, de Margot Lee Shetterly, Joshua Levine, Rosalie Ham e Heloisa Schurmann (2017) - https://amzn.to/32QL7pY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W