O cinema vê o futuro

Como os filmes mostraram o que estaria por vir e seus furos n'água

Ilustração: NELSON PROVAZI Publicado em 30/08/2011, às 15h58 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Cinema Futuro
Cinema Futuro - Arquivo Aventuras

O cinema bebeu na literatura de ficção científica desde a sua ori¬gem. O clássico Viagem à Lua, de 1902, é saudado como um dos primeiros filmes com narrativa estruturada, que conta uma história com começo, meio e fim. Em mais de um século de tentativas, algumas projeções se mostraram acertadas e outras nem tanto.

Viagem à Lua (1902)
Direção: Georges Meliès

Livremente baseado na obra de Júlio Verne, Viagem à Lua, de 14 minutos, foi o primeiro blockbuster da história do cinema. Conta a aventura de um grupo que vai para a Lua numa nave disparada de um canhão, encontra uma civilização de seres verdes saltitantes (o filme tinha uma versão colorizada) e volta para a Terra.
Acerto: o homem chegaria à Lua 67 anos depois.
Erros: não previu os foguetes. Os seres verdes continuam escondidos

Metrópolis(1927)

Direção: Fritz Lang

Metrópolis é uma cidade dividida entre os dirigentes e a classe operária, que vive em condições sub-humanas. O rico Freder se apaixona por Maria, uma profeta dos operários. Mas um cientista maluco faz um robô parecido com Maria que piora a vida das pessoas.
Acerto: os robôs agora existem.
Erro: os operários não existem. Ou quase: estão em vias de extinção, substituídos pelos robôs

2001 (1968)
Direção: Stanley Kubrick

Depois de encontrar um monolito negro na Lua, o governo americano envia uma missão a Júpiter para investigar a existência de vida extraterrestre. O computador que controla a nave, HAL 9000, sai do controle e começa a matar a tripulação.
Acertos: videofone (iPhone4), computador que sabe conversar (IBMWatson), turismo espacial (Virgin Gallactic)
Erro: a Pan Am, hoje falida, levando turistas ao espaço



No Mundo de 2020 (1973)

Direção: Richard Fleischer

Em 2022, numa Nova York superpovoada, com 40 milhões de habitantes, não existem mais alimentos frescos e a população faminta come um composto à base de carne humana (sem saber). Uma empresa governa o planeta.
Acerto: o mundo sofre com o efeito estufa, coisa que hoje chamamos de aquecimento global
Erro: a população nos países ricos não cresce. Decai.

Rollerball(1975)
Direção: Norman Jewison

O esporte de 2018 é o rollerball, mistura de patinação, futebol americano, motociclismo, basquete e pancadaria. O mundo é controlado por corporações e não existem mais governos.
Acerto: o vale tudo,quase tão violento quanto o rollerball, virou esporte de primeira linha.
Erros: os patins (não são inline), o placar dos jogos (não são eletrônicos), as câmeras de vídeo, os cabelos e as roupas são dos anos 1970.

Blade Runner (1982)
Direção: Ridley Scott

Los Angeles, 2019. Quatro androides, os replicantes, buscam seu criador para prolongar a vida, programada para durar 4 anos. Rick Deckard, um Blade Runner - detetive que caça replicantes -, é contratado para removê-los (tecnicamente não se pode matá-los, já que não nasceram). A manipulação genética está em toda parte.
Acerto: o grande inchaço das metrópoles.
ErroS: a engenharia genética não está tão evoluída. Androides e carros voadores não existem.

De Volta para o Futuro 2 (1989)

Direção: Robert Zemeckis

Na sequência do filme de 1985, Marty McFly dá um pulo no ano de 2015 - uma realidade com TVs de mil canais, carros voadores, tênis autoamarráveis e orelhões futuristas.
Acertos: cinema wi-max 3D, táxis que aceitam cartão de débito.
Erros: o fax (lá sobrevive). O skate voador não foi inventado (ainda!). Ea inflação do dólar: nada indica que uma Pepsi vá custar US$ 50 até 2015 (ainda!).