Curiosidades » Brasil

Dos Marinho aos Safra: as 5 famílias mais ricas do Brasil

Muitas dinastias conquistaram, no cenário nacional, a incrível marca de 1 bilhão em suas contas com diversos empreendimentos

Caio Tortamano Publicado em 15/02/2020, às 09h00

Notas de real
Notas de real - Getty Images

1. Família Marinho

Donos da segunda maior rede de televisão comercial do mundo, os Marinho controlam as Organizações Globo e acumulam uma riqueza de 28,9 bilhões de dólares (algo em torno dos 125 bilhões de reais).

Roberto Marinho / Crédito: Wikimedia Commons

 

A administração do Grupo Globo é de Roberto Irineu Marinho, que foi presidente da emissora até 2017. Seus outros dois irmãos mais novos, João Roberto e José Roberto, são os outros sócios majoritários da companhia.


2. Família Safra

Joseph Safra, proprietário do Banco Safra, nasceu no Líbano. Mudou-se para o Brasil em 1962, e ainda é o homem mais rico do Brasil, com uma fortuna de 25,2 bilhões de dólares (aproximadamente 108,57 bilhões de reais).

O banco faz parte do Grupo Safra, e entrou em atividade no país em 1957. De acordo com a revista Forbes, Joseph ocupa a posição 37 na lista das pessoas mais ricas do mundo. Apesar da riqueza, o magnata não é de aparecer muito na mídia e leva uma vida reservada.


3. Família Ermírio de Moraes

A família Ermírio de Moraes é dona do Grupo Votorantim, uma empresa multinacional que trabalha nos setores de metais, siderurgia, energia, cimento, entre outros. A fortuna da família é estimada em 66,3 bilhões de reais.

Ermírio Pereira de Moraes é o co-proprietário do grupo e filho do fundador da empresa, o engenheiro José Ermírio de Moraes, que fundou o seu império em 1918 e faleceu em 1973.


4. Família Moreira Salles

O maior banco brasileiro, o Itaú Unibanco, é administrado pela família Moreira Salles, com Pedro Moreira Salles atuando no cargo de presidente do conselho de administração do grupo. O Grupo Moreira Salles (pertencente à família) ainda é a principal acionista da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. A fortuna de 12,4 bilhões (53,4 bilhões de reais) é dividida entre os quatro irmãos.

A família também é ligada com produções cinematográficas e literatura. João Moreira Salles é fundador da revista Piauí além de roteirista, documentarista e produtor de cinema. Walter Moreira Salles é empresário e cineasta, tendo atuado como produtor, inclusive, no premiado filme Central do Brasil.

Walter (à direita) ao lado de Fernanda Montenegro e Vinicius de Oliveira, depois da vitória de Central do Brasil no Globo de Ouro / Crédito: Wikimedia Commons

 


5. Família Camargo

Os donos do Grupo Camargo Corrêa tem uma fortuna de 8 bilhões de dólares, aproximadamente 34,4 bilhões de reais. O grupo hoje atende pelo nome de Mover Participações, e atua em diversas áreas tais como cimento, concessões de energia, engenharia e construção.

O casal fundador, Sebastião e Dirce Camargo, deixou o controle da empresa como herança para suas filhas, Renata de Camargo Nascimento, Regina Camargo Pires Oliveira Dias e Rosana Camargo de Arruda Botelho.


+ Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo:

Walther Moreira Salles - O Banqueiro-Embaixador e a construção do Brasil: O Banqueiro-Embaixador e a Construção do Brasil, de Luis Nassif (2019) - https://amzn.to/2OSV3th

Bilionários: O que eles têm em comum além de nove zeros antes da vírgula?, Ricardo Geromel (2014) - https://amzn.to/2GkofVd

Roberto Marinho: O poder está no ar, de Leonencio Nossa (2019) - https://amzn.to/2vxfOUw

Antônio Ermírio de Moraes, de Jose Pastore (2013) - https://amzn.to/39s7nIK

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.