Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / The Crown

The Crown: A princesa Margaret sofreu um AVC na frente de amigos?

Última temporada de The Crown aborda uma das mortes mais melancólicas da monarquia britânica: o adeus da princesa Margaret

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 14/12/2023, às 17h13 - Atualizado às 17h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Princesa Margaret: Realidade e ficção - Getty Images e Divulgação/Netflix
Princesa Margaret: Realidade e ficção - Getty Images e Divulgação/Netflix

Após seis temporadas de sucesso entre o público e a crítica, 'The Crown'. Ao misturar fato e ficção para retratar o reinado de Elizabeth II, a série conquistou fãs e até mesmo haters, que não concordam com a maneira como a família real britânica foi representada. 

A segunda parte com os últimos episódios da série foi lançada nesta quinta-feira, 14, e marca o adeus da série criada por Peter Morgan. Além de abordar momentos notórios, como o casamento do príncipe Charles e o namoro do príncipe William com Kate Middleton, a nova temporada também retratou a melancólica morte da princesa Margaret, irmã da rainha Elizabeth II.

No oitavo episódio da sexta temporada, os telespectadores conferem os momentos finais de Margaret, a princesa que não chegou ao trono, mas abalou a monarquia com escândalos. 

ALERTA SPOILER!

O episódio melancólico relembra um momento cativante de Elizabeth II e a irmã durante as celebrações do Dia V em 1945. O episódio também mostra o momento em que Margaret está em Mustique, uma das ilhas Granadinas, e sofre um AVC na frente de amigos. Em seguida, ela relata o episódio a rainha e afirma que foi levada de avião para um hospital localizado em Barbados.

Já em outro momento, a irmã da rainha sofre um AVC enquanto tomava banho. Ao escorregar, não consegue pedir socorro ou sair do banheiro. A água quente queima seus pés. Diante das cenas chocantes, muitos podem se perguntar se a série, que mistura fato e ficção, seguiu os fatos como aconteceram na vida real. 

A princesa Margaret, irmã da rainha Elizabeth II /Crédito: Getty Images

De acordo com a revista Time, o momento em que a princesa sofre um derrame ao lado de amigos ocorreu durante uma viagem em 1998. Assim como mostra a produção da Netflix, médicos tentaram alertar a nobre para seguir um estilo de vida preventivo, enquanto ela sofre com outros problemas de saúde. 

Já o momento em que Margaret escorrega no banho também é baseado na realidade, informa o veículo internacional. Conforme especialistas, foi um episódio que marcou o declínio de sua saúde. 

"No que diz respeito à sua vida adulta, o problema é que a saúde dela a acompanhou. Ela fumava sem parar, e a outra dificuldade foi que ela sofreu aquele terrível acidente no banho", disse à Time Richard Fitzwilliam, especialista na realeza. "Ela foi descoberta no chão, foi horrível".

A irmã da rainha também teria decidido parar de fumar quando sofreu o primeiro AVC, em fevereiro de 1998, durante a viagem a Mustique. Na ocasião, ela se queixou de sintomas como tontura, dor de cabeça e até mesmo dores no peito. 

O quadro médico da princesa se agravou como ela sofreu uma série de derrames, que afetaram a sua mobilidade e até mesmo a forçaram a usar uma cadeira de rodas. 

Richard Fitzwilliam até mesmo relembra a aparência de Margaret nas comemorações do aniversário de 101º anos de sua mãe. A imagem da princesa, de óculos escuros e numa cadeira de rodas, abalou a rainha Elizabeth II.

"Em uma de suas últimas aparições públicas, foi dito que a rainha ficou absolutamente horrorizada com a imagem da Princesa Margaret de óculos escuros em uma cadeira de rodas, porque isso simbolizava as tristezas de seus últimos anos", explicou Fitzwilliam.

O especialista relembra que a imagem era importante para a irmã mais nova da rainha Elizabeth, que sempre foi marcada pelo glamour. "Não há dúvida de que a aparência significava muito para ela. Porque, afinal, era por isso que ela era conhecida: ser glamorosa e estar no centro das coisas", disse Richard Fitzwilliam.

A morte

Como resultado, a princesa Margaret passou a desaparecer do público. Cada vez mais raras, as últimas aparições ocorreram em 2001. Em 9 de fevereiro de 2002, ela faleceu enquanto dormia, às 6h30. Na época, ela tinha 71 anos. 

Cremada, seu local de descanso se tornou a câmara funerária bem abaixo do altar da Capela de São Jorge, Windsor. É lá que o príncipe Philip e a rainha Elizabeth II foram sepultados recentemente.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!