Curiosidades » Música

O último show dos Mamonas Assassinas completa 24 anos

Apresentação no estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi o palco do último momento de boas recordações da banda — antes de seu trágico fim

Fabio Previdelli Publicado em 01/03/2020, às 10h00

Mamonas Assassinas
Mamonas Assassinas - Divulgação

Há 24 anos, o rock brasileiro perdia uma de suas bandas mais inusitadas e alegres: O Mamonas Assassinas. Anteriormente chamados de Utopia, o grupo formado em Guarulhos misturava um rock cômico com o pop e abusava de várias influências dos mais diversos gêneros populares, como o sertanejo, o brega, o forró, entre outros. O único álbum gravado pelos artistas, lançado em julho de 1995, vendeu mais de 3 milhões de cópias.

O sucesso meteórico levou o grupo a tocar nos mais diversos cantos do Brasil — sempre com multidões os acompanhado. Em 2 de março de 1996, Dinho, Bento Hiroto, Júlio Rasec e Sérgio Reoli foram a Brasília para mais uma de suas apresentações. No entanto, as 4.5 mil pessoas que acompanharam o concerto mal sabiam, mas presenciariam aquela que seria a última apresentação dos Mamonas antes do seu trágico fim.

O grupo chegou à capital federal por volta das 18h15, menos de duas horas antes do espetáculo. Sempre alegres, agitaram a multidão ainda fora do estádio Mané Garrincha, que teve suas ruas tomadas por um verdadeiro mar de gente que esperava ansiosamente pelo show.

Os Mamonas Assassinas durante apresentação / Crédito: Wikimedia Commons

 

A irreverência dos artistas no palco alegrou os brasilienses durante uma hora e meia. A apresentação marcava o fim da turnê do primeiro disco da banda, que se apresentou em 200 ocasiões — tendo até 4 shows por dia. De lá, eles voltariam para São Paulo e, depois, partiriam para Portugal, onde iniciariam sua turnê internacional. Entretanto, o voo jamais cumpriria sua primeira viagem.

Por volta das 23h16, o jatinho Learjet acabou colidindo contra a Serra da Cantareira após uma tentativa de arremetida do piloto. Ironicamente, Brasília, considerada o berço do rock and roll, se tornou o sepulcro da última apresentação da banda.


++ Para saber mais sobre os Mamonas Assassinas:

Mamonas Assassinas: blá, blá, blá, a biografia autorizada, de Eduardo Bueno (1996) - https://amzn.to/2wXEQNd

Cheguei bem a tempo de ver o palco desabar: 50 causos e memórias do rock brasileiro, de Ricardo Alexandre (Ebook) - https://amzn.to/3a8kHCi

CD Mamonas Assassinas - https://amzn.to/2I1lSHT

Blu-ray - Mamonas Pra Sempre, de Cláudio Kahns - https://amzn.to/3abLTA8

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.