Curiosidades » Estados Unidos

Quando o lendário Muhammad Ali impediu um homem de cometer suicídio

O caso, ocorrido em Los Angeles, chamou atenção da mídia, que exaltou Ali pelo ato crucial

Caio Tortamano Publicado em 25/01/2020, às 09h00

Exato momento em que Ali salva o suicida de seu triste destino
Exato momento em que Ali salva o suicida de seu triste destino - Divulgação

O sucesso esportivo de Muhammad Ali é notável. O homem será para sempre um dos maiores atletas que já existiram, tamanhas foram suas conquistas. Porém, o lado pessoal do pugilista ainda instiga muitas pessoas, tanto que Ali também entrou para a História por ser um grande defensor das causas negras nos Estados Unidos e no mundo.

Uma das histórias que certamente contribuíram para construir sua imagem de herói foi quando impediu um homem de tirar a própria vida. Em 1981, um rapaz estava ameaçando se jogar do topo de um edifício em Los Angeles. Ao saber do episódio, um dos empresários de Ali compartilhou a informação com o lutador. 

Muhammad (nascido Cassius Marcellus Clay Jr) decidiu, então, que o certo a se fazer seria conseguir o que a polícia estava há horas tentando: impedir o suicida de sua decisão trágica. Aparentemente, o aflito rapaz estava sofrendo de transtorno de estresse pós-traumático. Ele acreditava que estava lutando no Vietnã enquanto era perseguido por soldados inimigos.

Ali conversou com o homem por aproximadamente 20 minutos. Durante o diálogo, o pugilista buscou tranquiliza-lo dizendo “Você é meu irmão. Eu te amo e eu não iria mentir para você. Você tem que ouvir. Eu quero que você venha comigo para casa, conhecer alguns dos meus amigos”.

O suicida, por sua vez, não entendia por que alguém com o renome de Muhammad Ali estava ali para ajuda-lo, uma vez que se sentia um homem dispensável. O atleta estava empenhado em mudar a ideia que o próprio rapaz tinha de si mesmo.

Depois de convencer o homem a sair do batente de onde estava sentado, levou ele para a delegacia em sua limusine e, mais tarde, o acompanhou enquanto realizou uma grande quantidade de exames psicológicos.

Os veículos de mídia exaltaram Ali, afirmando que ele, sem dúvidas, salvou a vida de um homem em plena cidade de Los Angeles. O suicida frustrado, por sua vez, nunca chegou a ser identificado.


+Saiba mais sobre Muhammad Ali com as obras a seguir:

Muhammad Ali, de Gavin Newshman (2017) - https://amzn.to/37pJbpP

O rei do mundo: Muhammad Ali e a ascensão de um herói americano, de David Remnick (2011) -  https://amzn.to/2sUxubz

Superman vs. Muhammad Ali, de Denny O'Neil e Neal Adams (2010) - https://amzn.to/36qjq7x

The Greatest: My Own Story, de Muhammad Ali e Richard Durham (2015) - https://amzn.to/36uw59D

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.