Curiosidades » Personagem

Traído pelo próprio amante: Filipe I, o príncipe homossexual trocado pela esposa

Extravagante e feminino, Sua Alteza Real mantinha relações com outros homens, até que foi substituído

Pamela Malva Publicado em 19/02/2020, às 08h00

Pintura de Filipe I, o Duque de Orleans
Pintura de Filipe I, o Duque de Orleans - Wikimedia Commons

Filipe I, o Duque de Orleans, cresceu às sombras de seu irmão mais velho, o grande Luís XIV da França. Enquanto um era criado para governar, o outro aprendeu a chamar atenção com extravagâncias e superficialidades.

Conhecido, mais tarde, por sua maneira distinta de se vestir e por sua feminilidade acentuada, Filipe foi um dos grandes percursores das perucas e dos saltos-altos na corte de Luís. Ainda mais, ele era abertamente homossexual e mantinha relações com diversos homens.

Mesmo assim, ele se casou duas vezes, a fim de cumprir seu dever real como príncipe. Com a princesa inglesa Henriqueta Ana Stuart, ele se casou em março de 1661. Dez anos mais tarde, em novembro de 1671, ele assinou o sagrado matrimônio com Isabel Carlota do Palatinado. Com as duas esposas, Sua Alteza Real teve quatro e três filhos, respectivamente.

Filipe I (direita) ao lado de Luís XIV. O mais novo posa de vestido, costume comum na época / Crédito: Wikimedia Commons

 

Entretanto, foi durante o primeiro casamento que uma das maiores polêmicas da corte aconteceu. Naquela época, Filipe se envolveu com Armand de Gramont, Conde de Guiche. Os dois homens tinham uma relação quase pública e bastante escandalosa — que chegou a gerar algumas crises na Família Real.

O pior veio quando Guiche tentou enganar Filipe, ao cortejar Henriqueta Ana, a esposa do príncipe. Humilhado, o irmão mais novo de Luís XIV pediu que ele exilasse o traidor, para que a honra da família pudesse ser mantida. O rei, em sua posição máxima, acatou a vontade do irmão e mandou o conde para bem longe.


+Saiba mais sobre o tema através dos livros abaixo

Kit Gay, Alex Gino, David Levithan e Lucas Rocha (2019) - https://amzn.to/33l3ORc

Devassos no paraíso: A homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade, João Silvério Trevisan (2018) - https://amzn.to/35r2z4m

Além Do Carnaval. A Homossexualidade Masculina Do Brasil Do Século XX, James N. Green (2019) - https://amzn.to/2qJqe1b

Ditadura e Homossexualidades: Repressão, Resistência e a Busca da Verdade, James N. Green (2014) - https://amzn.to/2QRoX2W

História do movimento LGBT no Brasil, James N. Green (2018) - https://amzn.to/2QPHix7

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.