Notícias » Entretenimento

Ameaças fazem com que artistas de HQ de Superman bissexual recebam proteção policial

Revista em quadrinhos "Superman: Son of Kal-El" está sendo alvo de uma série de polêmicas

Isabela Barreiros Publicado em 02/11/2021, às 12h06

Joe beija Jay em ilustração de "Superman:Son of Kal-El"
Joe beija Jay em ilustração de "Superman:Son of Kal-El" - Divulgação/DC Comics

Após receberem uma série de ameaças, principalmente por meio das redes sociais, mas também pelo correio, os artistas e roteiristas responsáveis pela revista em quadrinhos “Superman: Son of Kal-El" estão recebendo proteção policial.

No novo arco do projeto, Jonathan Kent, o novo Superman, tem 17 anos, está no colégio e é bissexual. Filho de Clark Kent, ele começa um relacionamento com o ativista e hacker Jay Nakamura.

Ameaças de agressão e morte começaram a chegar aos envolvidos com a produção desde que ela foi anunciada pela DC Comics no começo de outubro. 

Segundo informações do site TMZ, viaturas da polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, começaram a patrulhar as casas de pessoas ligadas à HQ, bem como escritórios da DC que foram ameaçados diretamente. 

As sedes da editora DC Comics e o estúdio Hi-Fi, que colore a revista em quadrinhos especificamente, estão sob vigilância do Departamento Policial da cidade atualmente, ainda segundo a publicação. 

Nenhuma das ameaças recebidas chegou a ser concretizada. Ainda assim, as viaturas continuam patrulhando as redondezas das residências. 

Escrita por Tom Taylor, a HQ “Superman: Son of Kal-El" conta com arte de John Timms e a quinta edição, que revela a bissexualidade do novo Superman, deverá chegar às bancas dos Estados Unidos na próxima terça-feira, 9 de novembro.