Notícias » Bizarro

Após post sobre a 'forma modesta' de se vestir, escola gera polêmicas em MG

Tudo começou quando uma publicação do colégio afirmou que 'o pecado da sedutora é muito maior que o da pessoa seduzida'

Pamela Malva Publicado em 03/06/2021, às 15h30

Imagem meramente ilustrativa de jovens em corredor
Imagem meramente ilustrativa de jovens em corredor - Divulgação/ Pixabay/ igorovsyannykov

Na última terça-feira, 01, uma escola particular de Minas Gerais gerou polêmicas ao fazer uma publicação sobre qual seria a forma ‘correta’ de se vestir. O poblema é que, para muitos internautas, a mensagem tinha uma conotação bastante complexa.

“Quando a mulher decide expor partes do corpo que deveriam estar cobertas se torna uma sedutora, partilhando assim a culpa do homem. De fato, os Teólogos ensinam que o pecado da sedutora é muito maior que o da pessoa seduzida”, afirmava o post.

Além da polêmica mensagem, cuja fonte é o ‘Guia Mariano de Modéstia’, a publicação ainda trazia a foto de uma jovem trajada com um vestido de comprimento médio — que, junto da frase, poderia ser interpretada como a forma 'correta' e 'modesta' de se vestir.

Segundo O Globo, a publicação foi amplamente criticada nas redes sociais, depois de chamar atenção dos habitantes da cidade de Itaúna, a 85 km de Belo Horizonte. O Colégio Recanto do Espírito Santo, então, apagou a publicação e fez um novo post.

"Olá, paz e alegria! Foi feita uma postagem indevida por quem administra nossas redes sociais. Apesar de concordarmos com a modéstia no vestir, o texto em questão deixou margem para interpretações que não são as do colégio”, pontuou a escola novo post. “Pedimos desculpa. O post foi excluído. #NãoAoEstupro #AculpaNuncaÉDaVítima."

Ainda assim, muitos usuários das redes sociais criticaram o fato de que, em nenhum momento, o colégio falou sobre quais foram as medidas tomadas internamente após o post. “[Os responsáveis] tinham que ser processados, isso sim”, disse uma internauta.