Notícias » Europa

Aposentado descobre que anel encontrado há 40 anos é, na verdade, uma relíquia medieval

O objeto possui um desenho do deus Marte e pode valer uma pequena fortuna. Avaliações indicam que o utensílio pertenceu a algum nobre do século 14

André Nogueira Publicado em 27/08/2019, às 11h00

None
Reprodução

Com auxílio de um detector de metais, um artesão britânico encontrou há 40 anos um pequeno anel. Sem muita expectativa, o guardou, chegando a esquecê-lo.

Agora, aposentado e com 81 anos, o homem descobriu que se trata de um anel de 700 anos representando o deus romano Marte, que pode lhe render um bom dinheiro.

Tom Clarke é um grande entusiasta da prospecção por detector de metais. Em 1979, em Aylesbury, Inglaterra, fez esse incrível achado: um anel de joia verde com a imagem do deus da guerra segurando uma lança e um troféu, cuja tinta se mantem preservada.

O anel e seu desvendador / Crédito: Divulgação

 

Com maior atenção no olhar, descobriu-se que se trata de um objeto que remonta os anos 1350, época da peste e da Guerra dos Cem Anos.

Numa nova avaliação, concluiu-se que o anel é de ouro de alta qualidade e provavelmente pertenceu a algum nobre medieval. No artefato, há inscrito NVNCIE.VERA.TEGO, ou seja, “Eu escolho a verdadeira mensagem”.

O objeto será leiloado em breve pela Hanson Auctioneers, e a troca poderá envolver uma quantia entre 10 e 12 mil dólares.