Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram antiga cidade cristã em Israel

Destruída pelos persas em meados do século 7 d.C., a vila bizantina foi identificada pelo nome de Pi Metzuba

Pamela Malva Publicado em 18/06/2020, às 08h00

Um dos mosaicos encontrados na cidade de Pi Metzuba
Um dos mosaicos encontrados na cidade de Pi Metzuba - Divulgação/Howard Smithline

Durante obras de ampliação na estrada que liga das cidades de Shlomi e Kibutz Hanita, em Israel, um grupo de arqueólogos encontrou algo impressionante. Cheia de mosaicos e artefatos antigos, uma antiga cidade bizantina surgiu nas escavações.

Reconhecida como Pi Metzuba pelos especialistas, a vila foi destruída há cerca de 1,4 mil anos, quando os persas invadiram a região, em meados do século 7 d.C.. Uma vez encontrada, o assentamento rural revelou restos de casas pequenas e modestas.

Dentro das construções, os arqueólogos identificaram mosaicos com iconografias pagãs e diversos artefatos da época. Algumas das casas ainda contavam com cruzes de metal em suas portas, peças de cerâmica e outros artigos de uso diário.

Um  dos mosaicos encontrados na cidade / Crédito: Divulgação/Howard Smithline

 

Ficou claro para os especialistas, então, que Pi Metzuba se tratava de uma cidade bastante religiosa. “Todas as evidências apontam para uma população quase inteiramente cristã”, disse Gilad Cinamon, arqueólogo que liderou a escavação, em entrevista ao Haaretz.

Ao encontrarem uma grande construção, portanto, os arqueólogos logo imaginaram terem encontrado uma igreja ou um mosteiro. Muito maior do que as outras casas, o edifício contava com um grande mosaico cristão e uma cruz de bronze puro.

Cruz de bronze e mosaico encontrados em casa de família abastada da época / Crédito: Divulgação/Howard Smithline

 

Com os artefatos em mãos, no entanto, a equipe determinou que a construção era muito diferente de um centro religioso. “Agora é sabido que o mosaico decorava a sala da propriedade de uma família muito rica”, explica Gilad.

Segundo os arqueólogos, as escavações em Pi Metzuba foram iniciadas em 2007. Os estudos sobre a cidade cristã, no entanto, só foram publicados nesta semana. Ainda assim, apenas uma pequena parte da vila foi explorada por enquanto.