Notícias » Arqueologia

Arqueólogos revelam restos de cofre de madeira em vila romana na Espanha

Para pesquisadora, a descoberta arqueológica é “importante porque não existem muitas arcas como esta preservadas do Império Romano”

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/04/2021, às 07h00

Cofre romano encontrado na Espanha
Cofre romano encontrado na Espanha - Divulgação/Consorcio Ciudad Monumental Merida

Como divulgou o The Tennessee Tribune, arqueólogos do Consórcio Cidade Monumental de Mérida revelaram ao público recentemente os impressionantes restos de um cofre de madeira, também chamado de “arca ferrata”, descoberto em uma vila romana do século 4 localizada em Mitreo, na Espanha.

A arqueóloga Ana Maria Bejarano Osorio, membro do Consórcio, explicou ao portal que o artefato histórico foi encontrado em um péssimo estado de conservação pela primeira vez em 1994. Ele foi retirado do local apenas recentemente e então levado ao Instituto do Patrimônio Cultural da Espanha, onde será restaurado.

Crédito: Divulgação/Consorcio Ciudad Monumental Merida

 

“A arca é importante porque não existem muitas arcas como esta preservadas do Império Romano, e atualmente existem apenas quatro outras peças como esta em Saragoça, no norte da Espanha, e as preservadas em Pompéia, na Itália”, disse Osorio.

Do cofre, tem-se apenas sua superfície, que é uma extensão de madeira coberta com bronze e metais.  “Só temos a moldura de madeira, que está queimada, e as peças de bronze que cobriam a caixa por fora e por dentro, além de algumas outras decorações de luxo”, completou a especialista.

Crédito: Divulgação/Consorcio Ciudad Monumental Merida

 

Acredita-se que a casa tenha sofrido com um incêndio quando foi habitada há muitos séculos. Por isso, a caixa acabou sendo enterrada durante o desabamento da parte superior da residência. Atualmente, o cofre mede 3 por 1,5 metros, mas é possível que ele tenha sido ainda maior antes da queda.

“Não está claro o que o proprietário fazia para viver. Mas é claro que provavelmente era uma família rica porque a superfície da casa tem cerca de 3.386 metros quadrados, com 15 quartos, incluindo os banheiros e a cozinha, além de outros quatro quarto”, disse.