Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Abuso

Atriz mirim afirma que emissora ofereceu US$ 300 mil para acobertar abuso

Estrela do seriado infanto-juvenil 'iCarly', ela repudiou a tentativa da emissora em "comprar seu silêncio"

Redação Publicado em 06/08/2022, às 10h00 - Atualizado às 12h39

Protagonista do seriado 'iCarly' - Divulgação / Nickelodeon
Protagonista do seriado 'iCarly' - Divulgação / Nickelodeon

A atriz Jennette McCurdy, conhecida internacionalmente por dar vida a personagem Sam no seriado "iCarly", revelou na recente biografia "I'm Glad My Mom Died" que a Nickelodeon, emissora que produziu e transmitiu a sitcom internacionalmente, ofereceu a quantia de US$ 300 mil (aproximadamente R$ 1,5 milhão na cotação atual) para acobertar casos de abusos relacionados a um funcionário do alto escalão da companhia.

O trecho da obra foi divulgado pela versão norte-americana da revista Vanity Fair, atribuindo o colaborador pelo apelido de "O Criador", sendo um executivo do sexo masculino que teria encorajado a jovem a consumir álcool antes da idade permitida nos Estados Unidos, além de massageá-la nos ombos de "forma inadequada", como descreveu a atriz.

Medo corporativo

Por tratar-se de um importante executivo, Jennette afirmou que teve medo de impedir as ações. Contudo, no término de seu contrato, em 2014, um agente da empresa a ofereceu US$ 300 mil, sugerindo tratar-se de "um presente de agradecimento", que ela enaltece estar relacionado aos conhecidos casos de abusos.

Que porr*? A Nickelodeon me ofereceu US$ 300 mil em dinheiro secreto para não falar publicamente sobre a minha experiência no programa. Sobre a minha experiência pessoal de abuso do Criador? Essa é uma rede de programas feitos para crianças", escreveu a McCurdy, acrescentando que não aceitou a quantia.

O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.