Notícias » Entretenimento

Baixo de Paul McCartney é leiloado por valor recorde

O instrumento tocado pelo ex-Beatle quebrou um recorde mundial no último final de semana. Entenda!

Isabela Barreiros Publicado em 15/12/2021, às 13h00

O ex-beatle Paul McCartney
O ex-beatle Paul McCartney - Getty Images

Um instrumento tocado por Paul McCartney quebrou um recorde mundial em um leilão realizado no último final de semana. Com isso, ele se tornou o baixo mais caro já vendido em um leilão.

Trata-se do baixo Yamaha BB-1200, usado pelo ex-Beatle durante gravações em estúdio e em turnê com a banda Wings, formada em 1971 e que permaneceu em atividade por mais 10 anos. As informações são da NME.

O instrumento foi vendido por US$ 496.100, cerca de R$ 2,8 milhões, segundo a cotação atual. Antes, o recorde pertencia ao baixo Fender Mustang 1969 de Bill Wyman, ex-Rolling Stones, que foi vendido por US$ 384.000, o equivalente a R$ 2,1 milhão, em 2020.

Além do baixo de McCartney, instrumentos de artistas como U2, Elton John, Pearl Jam, Kings Of Leon, Green Day, Radiohead e outros participaram do leilão, organizado por The Edge, do U2, e pelo produtor Bob Ezrin para sua instituição de caridade Music Rising.

Queremos agradecer a todos os envolvidos neste leilão incrível, incluindo os artistas que generosamente deram seus instrumentos pessoais e os licitantes de todo o mundo que nos ajudaram a quebrar recordes mundiais”, disse The Edge sobre o evento.

“Os lucros obtidos com o Music Rising ajudarão a trazer a música ao vivo de volta à vida em uma parte do país cuja cultura musical tem sido extremamente influente no mundo,” explicou. “Somos gratos a todos os apoiadores do Music Rising que nos deram uma grande oportunidade de retornar às nossas raízes e ajudar os músicos necessitados.”

Segundo Ezrin, “a receita deste leilão ajudará músicos da região que sofreram financeiramente com esta pandemia”. Até agora, a organização já arrecadou mais de US$ 2 milhões com as vendas dos instrumentos.