Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Queda

Bebê de 4 meses fica em estado grave após cair de janela de prédio

A bebê havia sido deixada em casa com os irmãos de 7 e 3 anos de idade quando caiu do terceiro andar; o caso ocorreu em Campo Grande

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 13/12/2023, às 07h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bebê caiu do terceiro andar do prédio - Divulgação/vídeo/G1
Bebê caiu do terceiro andar do prédio - Divulgação/vídeo/G1

Uma bebê de apenas 4 meses de idade sofreu uma queda do terceiro andar do condomínio residencial CH8, localizado no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, na noite da última terça-feira, 12. A pequena encontra-se em estado grave com hemorragia intracraniana, internada na Santa Casa.

O delegado Gabriel Desterro, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário Cepol (Depac Cepol), relatou que a criança estava sozinha em casa com seus irmãos de 7 e 3 anos quando ocorreu o incidente.

Segundo o relato do delegado, a irmã mais velha, de 7 anos, teria conduzido a bebê até a janela para mostrar a vista. No entanto, devido à sua baixa estatura, a irmã teve que subir na cama para alcançar a janela. Ao tentar acalmar a irmãzinha, a criança mais velha empurrou acidentalmente o corpo da bebê com os pés, resultando em sua queda, conforme informações do portal g1.

Ambiente insalubre

Desterro destacou que, além das crianças estarem desacompanhadas em casa, o local apresentava condições insalubres, com fezes no ambiente e louças acumuladas para lavar. A residência, sem praticamente nenhum móvel, indicava um ambiente inadequado para a criação das crianças.

A mãe das crianças foi localizada pela polícia e conduzida para prestar depoimento na Depac Cepol. Inicialmente, enfrentará acusações de abandono de incapaz. No entanto, dependendo da evolução do estado de saúde da bebê, a situação legal da mãe poderá ser revista.

“A depender do agravamento do resultado do acidente. Após a oitiva dela, a gente vai verificar se a situação é flagrante ou não. Mas, a princípio, ela foi conduzida para a Depac Cepol pela Polícia Militar. As crianças, elas vão ficar, por enquanto, sob a custódio do Conselho Tutelar”, disse o delegado.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!