Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

Beijo lésbico faz filme do ‘Buzz Lightyear’ ser banido no Oriente Médio

Produção da Pixar não será exibida em países como Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Kuwait

Redação Publicado em 14/06/2022, às 09h10

Cena de 'Lightyear' (2022) - Divulgação/Pixar
Cena de 'Lightyear' (2022) - Divulgação/Pixar

O filme “Lightyear”, que conta a origem do patrulheiro especial Buzz Lightyear, de Toy Story, foi banido de pelo menos três países do Oriente Médio, onde não será exibido devido a cenas envolvendo uma protagonista lésbica.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Kuwait proibiram a produção da Pixar, que é somada à uma lista de filmes da Disney com o mesmo destino em decorrência de cenas LGBT+. Na região, a homossexualidade é oficialmente ilegal.

Segundo o The Hollywood Reporter, a cena de beijo entre duas personagens seria cortada do filme após um pedido da Disney aos animadores da Pixar, que foi entendido como censura a uma “afeição abertamente gay”. O momento permaneceu na versão final.

Primeira fotografia de Buzz Lightyear no novo filme /Divulgação/Pixar/Twitter

A produção chegou a ser liberada para transmissão nos Emirados Árabes, mas não durou muito: protestos de grupos religiosos nas redes sociais fizeram com que o governo voltasse atrás. Já no caso da Arábia Saudita, a empresa responsável pela animação nem teria mostrado o filme aos censores do país, já sabendo que ele não seria aprovado sem cortes.

Sobre Lightyear

Lightyear conta com direção de Angus MacLane e começará a ser exibido nas telonas dos cinemas brasileiros na quinta-feira, 16 de junho. No filme, Buzz é dublado por Chris Evans e vive a trama ao lado de Alisha Hawthorne (Uzo Aduba).