Notícias » Brasil

Bolsonaro comenta protestos contra sua gestão: 'Nunca foi por saúde ou democracia'

Presidente usou o Twitter para criticar manifestantes que entraram em conflito com a polícia

Fabio Previdelli Publicado em 05/07/2021, às 13h50

Fotografia do presidente Jair Bolsonaro
Fotografia do presidente Jair Bolsonaro - Getty Images

No último sábado, 3, manifestações contra o governo de Jair Bolsonaro reuniu milhares de pessoas em diversas cidades do Brasil. Entretanto, o protesto em São Paulo acabou com confronto entre a Polícia Militar e alguns grupos de pessoas.  

Bolsonaro, por sua vez, aproveitou o episódio para comentar sobre os atos contra sua gestão, dizendo que a intenção dos manifestantes nunca foi pela manutenção da democracia ou pelas mais de 524 mil mortes que a Covid-19 deixou no país, mas sim pelo poder.  

“Nenhum genocídio será apontado. Nenhuma escalada autoritária ou ‘ato antidemocrático’ será citado. Nenhuma ameaça à democracia será alertada. Nenhuma busca e apreensão será feita. Nenhum sigilo será quebrado. Lembrem-se: nunca foi por saúde ou democracia, sempre foi pelo poder!”, escreveu.  

Em outro tuite, Bolsonaro postou o vídeo de um policial sendo atingido “quase mortalmente” por uma pedra, dizendo que o ato é comum por parte de partidários do PT, do qual ele chamou de “esse tipo de gente”; aproveitando a situação para voltar a defender o voto de papel nas próximas eleições. 

“Aos 36 segundos um policial militar é atingido quase mortalmente por uma pedra. Esse tipo de gente quer voltar ao Poder por um sistema eleitoral não auditável, ou seja, na fraude. Para a grande mídia, tudo normal”, declarou. 

Suas declarações foram contestadas por alguns internautas. Confira!