Notícias » Europa

Bruxelas sofre protestos violentos após restrições contra covid-19

As manifestações, contra medidas de outubro, se deram no último domingo, 5

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/12/2021, às 14h39

Belgas comem em rua de Bruxelas, em 2020
Belgas comem em rua de Bruxelas, em 2020 - Getty Images

A polícia belga fez uso de canhões de água e de gás lacrimogêneo quando tentou dispersar os manifestantes que atiravam fogos de artifício em policiais durante um protesto violento contra medidas restritivas para combater a covid-19 ocorrido no último domingo, 5.

Antes disso, milhares de protestantes marcharam de forma pacífica pela capital belga, até chegarem na sede das instituições da União Europeia, que era o ponto final da manifestação. As informações são da Reuters.

Quando a manifestação chegou até o bairro da sede da UE, um grupo de pessoas que estava entre os manifestantes e usava capuzes pretos começou a gritar “liberté” (liberdade) e atirar pedras na polícia, o que fez com que os canhões de água e gás lacrimogêneo fossem utilizados. 

A manifestação era contra as medidas implementadas pelo país em outubro, que tornaram a apresentação de passaporte de vacinação contra o coronavírus obrigatória para que os habitantes da Bélgica possam entrar em bares e restaurantes.