Notícias » Brasil

Búfalos de Brotas ficaram um mês sem comida e água

A manada foi encontrada em situação de abandono

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 11/12/2021, às 08h05

Um dos búfalos do rebanho abandonado em Brotas (SP)
Um dos búfalos do rebanho abandonado em Brotas (SP) - Divulgação / Polícia Civil

No dia 6 de novembro deste ano, 2021, um rebanho de mais de mil búfalos foi encontrado em uma fazenda em Brotas, no interior de São Paulo. Os animais teriam ficado estimadamente cerca de 30 dias sem comida e 20 dias sem água. Agora, os búfalos estão sendo cuidados, no entanto, todos estão em condições extremamente frágeis.

Após diversos laudos de veterinários e organizações que analisaram as condições dos animais abandonados na fazenda, a polícia solicitou na última quinta-feira, 9, a prisão do dono do sítio, Luiz Augusto Pinheiro da Silva, que irá passar por processos jurídicos.

Grande parte dos búfalos eram fêmeas, das quais 40% estão grávidas, o que representa uma preocupação, devido à incerteza de se o corpo doente das animais irá aguentar a gestação e se conseguirão alimentar seus filhotes nos primeiros dias, como explica a advogada Antília Reis, que representa a ONG-ARA no caso, à Folha de S. Paulo.

"Muitos bezerros devem nascer agora em janeiro, mas a preocupação é enorme, porque as mães não terão leite a oferecer, tal o grau de desnutrição delas. Quase todos os animais identificados perderam de 50% a 60% do peso. Todos os sobreviventes estão com a saúde altamente comprometida para o resto de suas vidas", explicou.

Um novo laudo será apresentado nesta próxima semana às autoridades e o documento descreve ainda mais a situação de abandono na qual o rebanho foi colocado. Segundo o texto, os animais foram encontrados enquanto perdiam músculo e tecido adiposo e não conseguiam se movimentar, levantar ou se manter de pé.