Notícias » Ucrânia

Cadete de 20 anos é único sobrevivente de acidente de avião na Ucrânia

O presidente do país declarou luto nacional pelo acidente que matou 26 pessoas

Giovanna de Matteo Publicado em 28/09/2020, às 10h29 - Atualizado às 10h30

Bombeiros apagam fogo de avião que caiu na Ucrânia
Bombeiros apagam fogo de avião que caiu na Ucrânia - Divulgação / Twitter

Na noite da última sexta-feira, 25, vinte seis pessoas, a maioria jovens de 19 a 22 anos, morreram devido à queda de um avião militar no leste da Ucrânia. O avião transportava vinte sete pessoas, das quais sete eram tripulantes e vinte eram estudantes que faziam um treinamento da Universidade Nacional de Aviação de Járkov.

Dois cadetes sobreviveram ao acidente, mas um deles não aguentou e acabou falecendo na manhã do último sábado, 26, em estado "extremamente grave". O segundo ferido, Vyatcheslav Zolotchevsky, sofreu uma concussão cerebral, mas tem altas chances de recuperação, segundo a clínica militar em Kharkiv, onde está internado.

O presidente ucraniano Volodimir Zelenski decretou luto no país e visitou o local do acidente e a vítima no hospital. Em nota no Facebook, Zelenski declarou: "A Ucrânia perdeu 26 de seus filhos", na legenda de uma foto ao lado do sobrevivente.

Segundo Zelenski, o cadete teria retomado a consciência logo após a queda. "O avião estava destruído, havia fogo, escuridão e corpos por todo o lado. Uma dessas pessoas estava em chamas", contou o líder ucraniano, que homenageou Zolotchevsky por seu "heroísmo" ao ter tentado socorrer o colega em meio a catástrofe.