Notícias » Canadá

Canadá: Após três anos internada em decorrência de atropelamento em massa, idosa morre

Em 2018, um homem de 25 anos matou 10 pessoas e deixou outras 16 feridas

Penélope Coelho Publicado em 13/11/2021, às 10h28 - Atualizado às 12h01

Local do atropelamento, em Toronto, Canadá
Local do atropelamento, em Toronto, Canadá - Getty Images

Na última quinta-feira, 11, a polícia de Toronto, no Canadá, emitiu um comunicado para informar a morte de uma das vítimas de um atentado que ocorreu na região no ano de 2018.

Na ocasião, um homem de 25 anos dirigia uma van em alta velocidade e atropelou deliberadamente um grupo de pedestres, arrastando as vítimas por cerca de dois quilômetros. 10 pessoas morreram e 16 ficaram gravemente feridas

Após passar três anos internada em decorrência de ferimentos severos causados pelo atropelamento, Amaresh Tesfamariam, de 65 anos, faleceu no final de outubro. As informações foram publicadas na última sexta-feira, 12, pela agência de notícias AFP.

O responsável pelos crimes, Alek Minassian, foi considerado culpado de pelo caso por um tribunal somente neste ano. Aguardando sentença, o homem pode pegar a pena de prisão perpétua.

De acordo com as autoridades locais, Alek não deve sofrer mais acusações em decorrência da morte de Amaresh, já que segundo a lei canadense “se uma vítima morrer por seus ferimentos mais de um ano depois do fato, nenhuma nova denúncia [de acusação] é acrescida".