Notícias » Europa

Cápsula de suicídio assistido é aprovada na Suíça

O dispositivo, chamado Sarco Suicide Pod, poderá ser disponibilizado em 2022

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/12/2021, às 14h11

Imagem ilustrativa da cápsula
Imagem ilustrativa da cápsula - Reprodução / Facebook Philip Nitschke

Foi legalizado pelo Conselho de Medicina suíço na última segunda-feira, 6, o uso de uma cápsula feita por meio da tecnologia de impressão 3D para a realização de procedimentos de suicídio assistido.

A cápsula, chamada Sarco Suicide Pod, possui o formato de um caixão, e foi projetada de forma que pudesse ser carregada com facilidade para diversos locais, levando cerca de 30 segundos para acabar com a vida da pessoa quando acionada.

O suicídio assistido é legalizado dentro da Suíça para aqueles que possuem doenças terminais ou quadros irreversíveis, e em 2020, 1.300 pessoas optaram por morrer dessa forma dentro do país. Outras nações que permitem a prática são a Alemanha, Bélgica, Canadá, Holanda e Luxemburgo. As informações são do portal O Globo.

O dispositivo deve ser disponibilizado para o uso da população em 2022 e a empresa da Sarco Suicide Pod, que já tem três protótipos disponíveis, ainda não especificou o valor de uso do serviço, mas já se sabe que para usá-la, o possível usuário deve responder a uma pesquisa online e provar que está tomando a decisão por conta própria. 

Já dentro da cápsula, a pessoa deverá responder a uma série de perguntas e, em seguida, aparecerá um botão que inicia o processo de liberação do nitrogênio. Apertado, ele acabará com todo o oxigênio no interior do dispositivo.