Notícias » Crimes

Caso Madeleine McCann: Detetive afirma ter encontrado "última peça do quebra-cabeça"

Os investigadores podem estar mais próximos do que nunca de levar o caso para o tribunal

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 13/05/2021, às 14h19 - Atualizado às 21h11

Foto de Madeleine McCann
Foto de Madeleine McCann - Divulgação

Segundo divulgado pelo UOL nesta quinta-feira, 13, os promotores investigando o caso de Madeleine McCann, jovem britânica que desapareceu durante uma viagem de férias da família para Portugal no ano de 2007, alegaram ter encontrado uma nova evidência apontando para o principal suspeito, o alemão Christian Brueckner

"Não posso divulgar o tipo de prova que recebemos, não é forense, posso dizer isso, mas é uma nova evidência circunstancial que acrescenta à teoria de trabalho de que ele é o homem responsável. Esses novos desdobramentos aumentam o caso que estamos construindo contra nosso principal suspeito”, relatou Hans Christian Wolters, que é o líder da investigação

Vale lembrar que Christian Brueckner possui antecedentes criminais de pedofilia e estupro. A pena que ele cumpre atualmente, inclusive, é relativa ao segundo crime. Caso o promotor esteja correto, ele acaba de entrar em contato com “a peça que faltava no quebra-cabeça”, de acordo com o que foi repercutido pelo UOL. 

Madeleine, caso viva, teria 18 anos atualmente. Seu aniversário foi na última quarta-feira, 12. Ainda de acordo com os detetives encarregados de seu caso, todavia, a conclusão a respeito do que lhe aconteceu está próxima, com este sendo o último ano de investigações.