Notícias » Bizarro

Depois de sete anos dormindo, salamandra finalmente acorda na Bósnia e Herzegovina

Despreocupada, essa espécie não tem predadores naturais e passa boa parte do tempo economizando energia

Penélope Coelho Publicado em 01/05/2020, às 09h28

Salamandra encontrada na Bósnia e Herzegovina
Salamandra encontrada na Bósnia e Herzegovina - Divulgação

Por si só, as salamandras já são animais que despertam curiosidade. Por serem longas em seu tamanho e possuírem patas curtas, lembram muito os lagartos comuns. Porém, uma salamandra em específico tem chamado à atenção de pesquisadores, depois de uma atitude peculiar.

Segundo um artigo publicado no periódico Journal of Zoology, uma salamandra que vive em uma caverna na Bósnia e Herzegovina, dormiu por 2569 dias, número correspondente a sete anos.

A descoberta foi feita quando cientistas estavam pesquisando o local, analisando a espécie Proteus anguinus. Segundo os pesquisadores, as salamandras da família dos proteus dormem bastante, por motivos variados.

Esses animais não tem uma ameaça constante de predadores naturais, por isso não ficam sempre alerta para os perigos locais. O ciclo reprodutivo dessas salamandras ocorre uma vez a cada 12 anos, por isso, elas também não sentem necessidade de sair muito.

Para os especialistas, a verdadeira ameaça para esses bichinhos são as mudanças climáticas. Devido à baixa mobilidade dos proteus, que não possuem olhos, a temperatura e o aquecimento global podem retardar sua resposta evolutiva, prejudicando a espécie.