Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Disney é criticada por possível alusão a fim trágico de ator infantil em novo filme

Fãs falam que Peter Pan tem história igual a de ator que o interpretou nos anos 1950

Redação Publicado em 25/05/2022, às 10h02 - Atualizado em 28/05/2022, às 07h00

Novo Peter Pan de filme da Disney e ator Bobby Driscoll - Divulgação/Youtube Disney+ Channel
Novo Peter Pan de filme da Disney e ator Bobby Driscoll - Divulgação/Youtube Disney+ Channel

A mais nova animação do serviço de streaming "Disney+", o "Tico e Teco: Defensores da Lei", traz muitas referências aos clássicos filmes da empresa que faz parte da vida de milhares de pessoas no mundo inteiro.

Porém, dessa vez, a Disney está sendo alvo de muitas críticas por ter apresentado um Peter Pan decadente, que não deseja amadurecer, recusado pelos estúdios e virando um criminoso.

De imediato, o público percebeu muitas semelhanças com os desfechos da vida do ator Bobby Driscoll, que dublou o líder dos "Garotos Perdidos" no filme clássico de 1953, aos seus 13 anos. É alegado que o personagem fictício teve o mesmo final do clássico dublador, deixado de lado pelos estúdios quando atingiu a puberdade.

Discroll teve fama desde muito novo. Aos 6 anos já atuava, chegando a ganhar um Oscar e contrato exclusivo com a Disney. Durante um ciclo, ele foi também foi a cara do icônico personagem em espetáculos e serviu como modelo para diversos desenhos.

Entretanto, a história glamouroso do ator mirim parou por aí. Ao decorrer dos anos, ele mudava sua fisionomia para um jovem adulto e aos 16 anos, foi demitido com a justificativa de que seu rosto não era mais jovial e continha muito acne para ser tratada apenas com maquiagem.

Após esse tombo em sua carreira, ele começou a usar drogas, foi preso por diversos furtos e perdeu todo o seu patrimônio. Morreu enquanto estava morando na rua, aos 31 anos, em 1968, e foi enterrado como um indigente, conforme o site UOL.

Repercussão muito negativa

Não demorou muito para as críticas começarem a aparecer, não só no cenário brasileiro, mas sim no mundo inteiro. Veja algumas reações de internautas: