Notícias » Política

Dória fala sobre processo de impeachment de Bolsonaro: 'Me mantive na neutralidade'

O governador de São Paulo revelou, pela primeira vez, qual seu posicionamento sobre a possível deposição do chefe de estado

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 08/09/2021, às 15h00

Dória durante evento no COPOM-PM
Dória durante evento no COPOM-PM - Flickr / Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria(PSDB), se pronunciou pela primeira vez sobre a proposta de impeachment do presidente Jair Bolsonaro durante uma coletiva de imprensa na tarde da última terça-feira, durante o feriado de 7 de setembro. De acordo com o portal G1, o político manifestou repúdio aos atos de enfrentamento do chefe de estado com a Constituição Federal.

Doria afirmou que concorda com a abertura do processo de deposição, afirmando que saiu da neutralidade e hoje faz oposição contra o ex-militar por desafiar a democracia e "emparedar" a Suprema Corte brasileira.

"Eu até hoje nunca havia feito nenhuma manifestação pró-impeachment, me mantive na neutralidade, entendendo que até aqui os fatos deveriam ser avaliados e julgados pelo Congresso Nacional, mas depois do que assisti e ouvi hoje, em Brasília, sem sequer estar ouvindo, ele, Bolsonaro, claramente afronta a Constituição", explicou o político.

Doria se referiu ao discurso feito pelo presidente durante a manhã de ontem para apoiadores que protestavam contra o STF em Brasília, ameaçando o presidente do órgão, Luiz Fux, e o também ministro Alexandre de Moraes.