Notícias » Mundo

Duas cobras da segunda espécie mais venenosa do mundo foram pegas acasalando em esgoto da Austrália

As serpentes, conhecidas popularmente como cobra-marrom, foram encontradas em um esgoto doméstico

Paola Orlovas, sob supervisão de Isabela Barreiros Publicado em 02/11/2021, às 10h51

Pseudonaja textilis, conhecida como cobra-marrom
Pseudonaja textilis, conhecida como cobra-marrom - Wikimedia Commons

Duas cobras-marrom (serpentes da espécie pseudonaja textilis) foram encontradas acasalando dentro de um esgoto doméstico em Nambour, uma cidade de Queensland, na Austrália.

A espécie das serpentes que foram achadas é a segunda mais venenosa do mundo, e mata mais pessoas dentro da Austrália do que qualquer outra cobra. Ela pode se reproduzir de forma rápida em áreas populosas, entrando em casas por meio de brechas como canos.

Apenas quatro miligramas do veneno de uma pseudonaja textilis já fazem com que a vítima sofra de paralisia, parada cardíaca e sangre sem parar. Segundo a revista Live Science, já houveram casos onde uma picada dessa cobra foi capaz de causar sangramento cerebral. 

Quando o ato das cobras foi interrompido, o macho quase mordeu um funcionário da empresa exterminadora várias vezes, até que ambas as cobras foram colocadas em um saco e levadas para outro lugar.

Veja o vídeo das cobras a seguir: