Notícias » Arqueologia

Egito anuncia a descoberta de 100 caixões humanos selados e 40 estátuas impressionantes

As descobertas foram feitas no sitio arqueológico de Saqqara que, segundo o Ministro do Turismo e Antiguidades do Egito “é tão importante quanto as Pirâmides de Gizé”

Fabio Previdelli Publicado em 14/11/2020, às 11h48

Alguns dos caixões encontrados
Alguns dos caixões encontrados - Divulgação

Hoje, 14 de novembro, o Egito anunciou a descoberta de cerca de 100 caixões humanos selados e 40 estátuas impressionantes de três diferentes poços. O anúncio foi feito pelo Ministro do Turismo e Antiguidades do Egito, Khaled El Enany, e pelo Secretário-Geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa Waziri, em uma coletiva de imprensa. As informações são do periódico local Egypt Today.  

Os achados foram feitos no sítio arqueológico de SaqqaraEl Enany disse que este é o terceiro ano que o Egito anuncia descobertas arqueológicas na região. “Saqqara é tão importante quanto as Pirâmides de Gizé, pois abriga a primeira pirâmide em degraus do mundo”, acrescentou. 

Alguns dos caixões encontrados / Crédito: Divulgação

 

“Temos tumbas e 40 estátuas impressionantes de três poços diferentes, algumas dessas tumbas irão para o Museu Egípcio em Tahrir, que amanhã faz 118 anos”, contou Enany. A coletiva de imprensa testemunhou a radiografia de uma das múmias para identificar sua idade, sexo e a forma como foi mumificada. “Vamos abrir a tumba na sua frente hoje e fazer um Raio X da múmia também”, disse Waziri

“Os menores detalhes são cuidadosos e seu rosto é muito bonito, na minha opinião essa múmia pertence à era ptolemaica”, comentou o Secretário-Geral. Ele acrescentou que há uma oficina para fabricar caixões em Saqqara, mas ela ainda não foi descoberta, e a missão egípcia trabalhará para encontrá-la em 2021. 

Estátua e um dos objetos encontrados com os caixões / Crédito: Divulgação

 

Os caixões recém-descobertos, todos em boas condições, não são abertos há mais de 2.500 mil anos e foram feitos para estadistas seniores e sacerdotes da 26ª Dinastia. Além das tumbas, várias estátuas de madeira e máscaras coloridas e douradas também foram encontradas em muito bom estado.