Notícias » Reino Animal

Elefante mata homem suspeito de ser caçador ilegal ao atropelá-lo na África do Sul

Homem foi atacado antes de ferir qualquer animal no Parque Nacional Kruger

Isabela Barreiros Publicado em 23/10/2021, às 12h50

Elefantes no Parque Nacional Kruger, África do Sul
Elefantes no Parque Nacional Kruger, África do Sul - Divulgação/Youtube/Africa Adventures

O porta-voz do Parque Nacional Kruger, localizado na África do Sul, informou na última sexta-feira, 22, que um elefante foi responsável por matar um homem que é suspeito de ser um caçador ilegal.

Segundo Isaac Phaahla, o mamífero atropelou o indivíduo dentro do parque, o que fez com que ele viesse a óbito, enquanto seus companheiros fugiam do local, deixando o corpo do homem mutilado para trás.

"As investigações iniciais suspeitam de que o morto foi atacado por um elefante e foi deixado para trás por seus cúmplices", afirmou o porta-voz. 

Os restos mortais do suposto caçador ilegal foram encontrados pelas autoridades no último dia 21, quinta-feira, quando uma operação de prevenção da prática ilegal estava sendo realizada na região.

Ainda de acordo com as autoridades sul-africanas, nenhum animal foi machucado pelo homem, visto que ele foi morto pelo elefante antes que pudesse praticar qualquer ato ilegal no parque. 

O telefone celular da vítima foi recuperado pelos guardas florestais do parque e foi levado para a polícia com o intuito de facilitar a busca por outros indivíduos que pratiquem a caça ilegal na África do Sul