Notícias » Economia

Elon Musk assume topo da lista de CEOs mais bem pagos do EUA; Tim Cook é 'chutado' para oitavo lugar

O fundador do PayPal e dono da aeroespacial SpaceX desbancou o chefão da Apple com uma receita anual bilionária

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 05/08/2021, às 14h54

Elon (esq.) e Tim (dir.) em montagem
Elon (esq.) e Tim (dir.) em montagem - Getty Images

O relatório anual da Bloomberg listando os diretores executivos mais bem pagos dos Estados Unidos foi divulgada na última quarta-feira, 4, revelando o atual detentor do topo do pódio.

Elon Musk lidera o ranking com uma receita anual declarada em US$ 6,7 bilhões (aproximadamente R$ 34,8 bilhões) somente no ano de 2020.

Expandindo a liderança, ele conseguiu aumentar o faturamento em US$ 595 milhões em relação a lista do ano de 2019. Nela, o CEO da Apple, Tim Cook, ainda ocupava a segunda posição do ranking, tendo uma queda para o oitavo lugar com a atualização, contando com a receita anual estimada em US$ 265 milhões.

Quem ocupa o atual segundo lugar é Mike Pykosz, CEO do Oak Street Health, rede norte-americana de consultas médicas, com um arrecadamento de US$ 568 milhões em 2020 — menos do que o acréscimo que Elon teve em relação ao ano de 2019.

O ranking também destacou a mulher em mais alta posição na lista, sendo a figura feminina mais bem paga dos EUA; trata-se de Carrie Wheeler, CEO da Opendoor Technologies e ocupante da 34ª posição no ranking geral, com um faturamento de US$ 101 milhões no ano passado — quase 67 vezes menor do que o do líder.