Notícias » Egito

Em imagens: Egito revela descoberta de tumba com itens instigantes

Segundo as autoridades, além do túmulo, ainda foram reveladas estátuas de pedra e outros artefatos no local

Fabio Previdelli Publicado em 26/10/2020, às 10h21

Arqueólogo ao lado do achado
Arqueólogo ao lado do achado - Ministério do Turismo e Antiguidades

O Ministério do Turismo e Antiguidades anunciou no sábado, 24, a descoberta de um antigo túmulo na província de Minya, Alto Egito. A tumba foi encontrada no sítio arqueológico de Tuna al-Gabal durante uma missão arqueológica, informou o chefe do Conselho Supremo de Antiguidades do ministério, Mostafa Waziri, em comunicado. 

Os vasos encontrados /Crédito: Divulgação- Ministério de Antiguidades do Egito

 

Waziri disse que o antigo túmulo, que tem cerca de 10 metros de profundidade, pertencia a um homem que serviu como "supervisor do tesouro real". Ele ainda acrescentou que no local foram encontradas estátuas de pedra, caixões e outros itens curiosos. 

[Colocar ALT]
Uma das estátuas encontradas /Crédito: Divulgação- Ministério de Antiguidades do Egito

Entretanto, apesar do achado, as buscas não param por aí, já que as escavações ainda continuam em andamento para descobrir mais segredos e tesouros do sítio arqueológico, informou Mostafa, que destacou que todos os artefatos encontrados estavam em um bom estado de preservação.  

Nas últimas semanas, o país do Norte da África testemunhou várias descobertas arqueológicas em grande escala, como os 59 sarcófagos de possíveis sacerdotes que viveram a 2.500 anos atrás, que foram encontrados no sul do Cairo.