Notícias » Brasil

Em pleno século 21, número de inquéritos sobre apologia ao Nazismo cresce 59% no Brasil

Os dados foram obtidos pelo portal O Globo por meio da Lei de Acesso à Informação

Redação Publicado em 12/08/2021, às 10h11

Na imagem, um neonazista
Na imagem, um neonazista - Getty Images

De acordo com informações do O Globo, houve um aumento substancial no número de inquéritos abertos pela Polícia Federal em casos de apologia ao Nazismo em 2020.

Em 2018, foram contabilizados 20 registros, que aumentaram para 69 no ano seguinte. No ano passado, porém, esse número chegou a 110. Segundo o portal, os dados foram obtidos a partir da Lei de Acesso à Informação (LAI). 

A matéria ainda informa que somente nos cinco primeiros meses de 2021, já foram registradas 36 ocorrências. Esses dados, porém, não incluem os estados de Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins.

O Sudeste é a região com o maior aumento no país, em especial São Paulo e Rio de Janeiro, enquanto na terceira posição se encontra o estado do Rio Grande do Sul. A PF, porém, não informou detalhes sobre os casos.

No Brasil, é considerado crime “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”.