Notícias » Estados Unidos

Emissora de TV assume responsabilidade por discussão de racismo envolvendo Sharon Osbourne

Na ocasião polêmica, a apresentadora abandonou a transmissão após defender as críticas feitas por Piers Morgan em relação a entrevista de Meghan e Harry com a Oprah

Daniela Bazi Publicado em 27/03/2021, às 12h00

Sharon Osbourne em premiação no ano de 2012
Sharon Osbourne em premiação no ano de 2012 - Wikimedia Commons

No início deste mês, a apresentadora Sharon Osbourne abandonou o palco do programa americano The Talk, após defender o jornalista britânico Piers Morgan em uma discussão sobre racismo, onde o profissional realizou críticas à entrevista concedida por Meghan e Harry à Oprah Winfrey.

Segundo informações repercutidas pela BBC, o programa foi retirado do ar pela emissora de televisão responsável, para a realização de uma investigação. Na última sexta-feira, 26, a CBS emitiu um comunicado afirmando que o acontecimento foi “perturbador para todos os envolvidos, incluindo o público que assistia em casa".

Além disso, a emissora afirma que a postura de Osbourne"não se alinha aos nossos valores de um local de trabalho respeitoso". A investigação concluiu que não existem provas de que a discussão foi “orquestrada” pelos produtores para ganhar audiência, porém, a CBS assume que a equipe presente é responsável pelo que aconteceu, pois "ficou claro que os co-apresentadores não foram devidamente preparados pela equipe para uma discussão complexa e delicada envolvendo raça".

Sharon emitiu um pedido de desculpas através de suas redes sociais e, na semana passada, durante uma entrevista ao Entertainment Tonight, afirmou não ter sido preparada o suficiente pelos produtores do programa. Após a polêmica, Osbourne foi retirada do elenco do The Talk.