Notícias » Coreia do Norte

Enchentes afetam a Coreia do Norte e Kim Jong-Un pede ajuda

Além das chuvas, que afetaram milhares de famílias, país enfrenta uma enorme crise econômica e alimentícia

Fabio Previdelli Publicado em 09/08/2021, às 11h38

Ponte afetada pelas enchentes na Coreia do Norte
Ponte afetada pelas enchentes na Coreia do Norte - Divulgação/YouTube/The Guardian

Segundo noticiou a mídia estatal da Coreia do Norte, Kim Jong-Un pediu para que os militarem prestem socorro às regiões do país que recentemente foram atingidas por fortes chuvas. De acordo com veículos norte-coreanos, as inundações danificaram mais de mil casas e foi responsável pela evacuação de 5.000 pessoas. 

Como recorda a BBC Internacional, a situação acontece ao mesmo tempo em que o país encara uma preocupante crise econômica e alimentícia. Em junho, a equipe do site do Aventuras na História noticiou que Jong-Un admitiu que pessoas passavam fome na Coreia do Norte: “A situação alimentar das pessoas está ficando tensa”. 

Na época, o líder-supremo do país asiático alegou que isso se deu pelo fato de tufões terem atingido a Coreia do Norte no ano passado, já que o fenômeno acarretou uma série de consequências por lá, como inundações em diversas partes do território.  

Assim, a esperança era de que a colheita desse ano pudesse suprir a escassez, mas como mostram imagens da estatal KCTV, as coisas não parecem muito animadoras, já que casas estão inundadas até o teto e até mesmo pontes ferroviárias foram danificadas em South Hamgyong, uma província oriental.  

De acordo com a agência de notícias AFP, um relatório aponta que "centenas de hectares de terras cultiváveis" ficaram submersas ou tiveram suas colheitas perdidas por conta do colapso de diques do rio.