Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Suzane

Biógrafo revela que parto de Suzane von Richthofen teve 'operação de guerra'

Suzane von Richthofen atualmente cumpre pena em regime aberto de 39 anos pelo assassinato dos pais, Marísia e Manfred von Richthofen

Isabelly de Lima Publicado em 29/01/2024, às 10h55

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Suzane von Richthofen, envolvida no assassinato dos próprios pais em 2002 - Reprodução
Suzane von Richthofen, envolvida no assassinato dos próprios pais em 2002 - Reprodução

No último dia 26, Suzane von Richthofen, atualmente cumprindo pena em regime aberto pelo assassinato dos pais,deu à luz um menino em uma operação de sigilo no Hospital Albert Sabin, em Atibaia, interior de São Paulo. O marido de Suzane, o médico Felipe Zecchini Nunes, chefe do pronto-atendimento da unidade, organizou uma verdadeira "operação de guerra" para evitar a exposição pública do evento.

Ulisses Cruz, autor da biografia de Suzane, revelou em seu blog os detalhes dessa operação única, montada para preservar a privacidade da parturiente. A ação envolveu uma reunião prévia com os funcionários do hospital, onde foi explicado um esquema rígido de segurança, considerado inédito para os padrões da instituição.

Para evitar qualquer vazamento de informação, Suzane chegou ao hospital na madrugada de quinta-feira, usando um casaco com capuz para cobrir o rosto. A entrada pelos fundos, acesso a laboratórios e direcionamento direto para o quarto 117 foram parte do protocolo, segundo o portal AnaMaria.

Durante a estadia, os funcionários foram expressamente proibidos de abordar Suzane sobre qualquer assunto que não fosse relacionado ao parto, sob ameaça de demissão em caso de descumprimento.

Suzane von Richthofen - Divulgação / Vídeo / TV Record

O jornalista também revelou que o filho de Suzane se chama Felipe, em homenagem ao pai. A saída do hospital foi tão discreta quanto a entrada, pelos fundos, acompanhada de seguranças e da enfermeira de plantão. O acompanhamento pós-cesárea será realizado em casa, pelo próprio marido.

Perca do benefício?

Suzane, de acordo com as regras da Lei de Execução Penal, não pode sair da jurisdição da cidade declarada como domicílio no fórum de Bragança Paulista. Assim, ela só pode circular com seu bebê entre 6h e 20h, sob o risco de perder o benefício e retornar à prisão em caso de violação. A pena de Suzane está prevista para terminar em 2041, quando seu filho terá 17 anos.

O relacionamento de Suzane e Felipe começou em fevereiro do ano passado, e ela engravidou em maio. Felipe, que era casado anteriormente com Sílvia Constantino, com quem teve três filhas, atualmente detém a guarda das crianças, que foram morar na casa da mãe dele desde que Suzane se mudou para lá.

Curiosamente, o filho de Suzane nasceu no mesmo dia do aniversário de seu ex-namorado, Daniel Cravinhos, que completou 43 anos na sexta-feira.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!