Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Espada longa e decorada é encontrada em sepultura medieval na Suécia

Espada foi descoberta em cemitério de antigo convento medieval onde hoje fica a região de Lilla Torg, em Halmstad, na Suécia

Redação Publicado em 03/01/2024, às 08h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Espada descoberta na Suécia - Divulgação/Museu de História Cultural de Halland
Espada descoberta na Suécia - Divulgação/Museu de História Cultural de Halland

No final de dezembro, arqueólogos suecos descobriram no local de um antigo convento medieval conhecido como Igreja de Sankta Anna, na região de Lilla Torg, em Halmstad, na Suécia, um artefato que chamou bastante atenção: uma espada longa com 1,3 metros de comprimento e decorada.

De acordo com o Heritage Daily, a espada foi encontrada em um cemitério que continha os restos mortais de um homem que, pelos ornamentos e decorações do objeto, possivelmente era de origem nobre.

+ Espada de 3 mil anos que ‘quase ainda brilha’ é encontrada na Alemanha

Além disso, também é descrito que o objeto, além de seus 1,3 metros, é decorado com duas cruzes incrustadas. Um forte indicativo da origem nobre do homem ali enterrado é que, com auxilio de imagens de raios X, os pesquisadores visualizaram melhor as decorações, e puderam determinar que eram compostas por metais preciosos.

É um achado incomum, e sepulturas contendo espadas desse tipo pertenceram a pessoas de alto escalão e nascimento nobre. Algumas espadas semelhantes já foram encontradas em sepulturas medievais na Suécia, inclusive no convento franciscano medieval em Lund," afirma o centro cultural sueco Kulturmiljö Halland.
Espada desenterrada em antigo cemitério medieval na Suécia / Crédito: Divulgação/Museu de História Cultural de Halland

Agora, a espada deve ser examinada mais profundamente, e posteriormente será enviada ao Studio Västsvensk Konservering, em Gotemburgo, para conservação.

História do local

A igreja e o mosteiro foram construídos entre os anos de 1494 e 1503, com o apoio de Cristina da Saxônia, então rainha da Dinamarca. Após o encerramento do local pelo magistrado da cidade em 1531, ele foi reaproveitado, servindo como hospital e, posteriormente, arsenal; então, um incêndio em 1619, que destruiu grande parte da cidade, levou consigo os edifícios que ainda restavam ali.

Além do mais, o sepultamento teria sido localizado originalmente na parte sul do local, quando a igreja era administrada pela ordem franciscana. Algumas escavações já haviam sido feitas anteriormente no local, e outras 49 sepulturas já eram associadas à igreja, mas o achado recente chamou bastante atenção por ser a primeira espada longa encontrada ali.

+ Espada de 1.000 anos das Cruzadas Suecas é descoberta em quintal na Finlândia

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!