Notícias » Arqueologia

Estudante de arqueologia identifica rara inscrição de 1200 anos na Índia

O artefato data do século 8 e contém 25 linhas escritas em telugu arcaico

Isabela Barreiros Publicado em 01/09/2020, às 15h08

A antiga inscrição encontrada em Chinnadudyala, Índia
A antiga inscrição encontrada em Chinnadudyala, Índia - Divulgação/Ramabrahmam Vellore

Uma estudante de arqueologia foi responsável por identificar uma descoberta impressionante para a história da Índia. Vasudeva Reddy, aluna da Universidade Yogi Vemana, descobriu nesta semana uma inscrição muito antiga e rara na vila indiana de Chinnadudyala, localizada no distrito de Kadapa.

Os pesquisadores que analisaram o achado concluíram que ele deve possuir pelo menos 1200 anos de idade, datando do século 8 d.C. Naquele período, a região estava sendo dominada pelo líder da dinastia Chola, Chola Maharaja de Renadu.

“A inscrição parece lançar luz sobre o registro de uma doação de seis Marttus [uma unidade de medida] de terra dada a uma pessoa Sidyamayu, um dos brâmanes que servia no templo na vila de Piduula”, explicou Ramabrahmam Vellore, arqueólogo da Universidade Yogi Vemana.

A inscrição contém 25 linhas escritas em uma língua muito antiga: o télugo arcaico e continha uma mensagem de cunho moral para as pessoas que habitavam o local.

“Diz que as pessoas que salvaguardam esta inscrição para as gerações futuras adquirirão o status de reger Aswamedha Yaga e aqueles que a destruírem incorrerão em pecado equivalente a causar uma morte em Varanasi”, disse Vellore.