Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / EUA

EUA: em cirurgia histórica, gêmeas siamesas são separadas depois de 11 horas

Gêmeas estavam unidas desde a parte inferior do osso do peito até o umbigo e compartilhavam um fígado

Redação Publicado em 26/01/2023, às 13h08

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gêmeas pós-cirurgia com os pais (esq.) e gêmeas siamesas antes do procedimento (dir.) - Divulgação/ Cook Children’s Medical Center
Gêmeas pós-cirurgia com os pais (esq.) e gêmeas siamesas antes do procedimento (dir.) - Divulgação/ Cook Children’s Medical Center

Na última quarta-feira, 23, o hospital pediátrico Cook Children's Medical Center, de Fort Worth, no Texas, Estados Unidos, divulgou um comunicado sobre uma cirurgia histórica de separação de duas gêmeassiamesas, que eram unidas pelo abdômen e dividiam um fígado. A equipe informou que o procedimento durou cerca de 11 horas. 

Segundo informações publicadas pelo jornal O Globo, AmieLynn Rose e JamieLynn Rae Finley se recuperam bem e vão seguir em observação no hospital devido à complexidade do caso. Ainda conforme os médicos, as bebês tinham seu próprio coração e bolsa cardíaca, fato que aumentou as chances da cirurgia ser bem sucedida. 

Procedimento 

Amanda Arciniega, mãe das meninas, explicou ao hospital que o diagnóstico foi definido através de um ultrassom, que mostrou que as duas estavam unidas e necessitariam da intervenção cirúrgica. Posteriormente, AmieLynn e JamieLynn nasceram prematuramente no dia 3 de outubro de 2022, com 34 semanas de gestação, pesando 2 kg e 42 cm. 

Dr. Iglesias, responsável pelo procedimento no hospital, explicou, em coletiva, a respeito das próximas etapas de recuperação:

Os primeiros passos serão a cicatrização da grande incisão necessária para separá-los. Temos que esperar que seus intestinos comecem a funcionar antes de começarmos a permitir que a nutrição se mova através de seus intestinos. Algumas dessas coisas podem exigir procedimentos em etapas para que a família esteja pronta para que o fechamento abdominal possa exigir mais de uma operação. Esperamos que não, mas é uma possibilidade".

O obstetra que acompanhou o caso, Dr. Tabor, ressaltou:

Tenho muita esperança de que elas tenham uma boa recuperação e tenham uma vida saudável no futuro".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!